Brasil Blogado » Variados » Bigode Festa Junina

Bigode Festa Junina

O bigode na festa junina é uma tradição, mas você sabe o motivo de seu surgimento? Se não, então veja neste artigo como tudo começou.

     

O bigode  é uma tradição para os homens que vão à festa junina. Os portugueses trouxeram essa festa para o Brasil ainda no período colonial.   Para eles o bigode era um sinônimo de masculinidade e respeito, pois quem não o tivesse era como se as suas palavras não fossem levadas a sério, por exemplo. 

E devido a isso, o brasileiro o adotou o bigode, mas ele é usado nos  dias de hoje mais como uma característica do figurino. E para o faze-lo é simples e rápido. Basta ter um lápis de olho preto ou marrom escuro e começar a desenhar os traços como mostra a figura mais abaixo. 

Mas atenção, no momento em que estiver desenhando os contornos do bigode tome cuidado com a ponta do lápis, pois ela tem de estar fina para que os traços sejam precisos. E se não quer um bigode feito desta maneira, você pode estar comprando um na loja de acessórios de festas ou ainda fazendo um com esponja de aço, com fita adesiva, mas cuidado para não se machucar ou ter alergia.

Peça o lápis emprestado de alguma mulher que conheça.

Faça você o seu bigode de festa junina.
(foto:divulgação)

Vejamos agora, como tudo começou. 

História da Festa Junina

Na época da colonização do Brasil, os portugueses trouxeram consigo muitas características de sua cultura, como a festa junina. Mas o surgimento dessa e outras festas se deu mesmo no período pré-gregoriano, ou seja, uma festa pagã em comemoração à grande fertilidade da terra.

E tais comemorações aconteciam nas proximidades do dia 24 de Junho, que para nós brasileiros é o dia de São João. E devido a isso, ela também era conhecida como Joaninas, pois homenageava João Batista, primo de Jesus Cristo. Por questão de tradição, diversas pessoas gostavam de realizar batizados nesse período. E tal feito acabou fazendo com que a festa se tornasse uma comemoração religiosa, homenageando: 

* Santo Antônio no dia 23.

*  São João no dia 24.

* E São Pedro no dia 29.

A festa sempre vai ser embalada por muita música dançante.

Caia no embalo da sanfona.
(doto divulgação)

 

Mas sua história não para por ai, pois os escravos trazidos da Africa e índios que viviam no Brasil não tiveram dificuldade alguma de se adaptarem aos termos desta festa de origem europeia. Fato é que a festa acabou se espalhando pelo país inteiro, de norte à sul, fazendo com que ela predominasse principalmente na região do nordeste. 

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?