Brasil Blogado » Gravidez » Cálculo renal na gravidez é perigoso

Cálculo renal na gravidez é perigoso

Esta grávida e com cálculo renal, então leia a matéria que preparamos e descubra se esse problema é perigoso ou não, e como se dá o seu tratamento.

     

Assim como quaisquer outra doença o cálculo renal- famosa pedra nos rins também é perigoso na gestação. Ele pode ser identificado assim como em qualquer outra pessoa, ou seja, por meio de uma simples ultrassonografia dos rins ou ainda pelos sintomas gerados, tais como: dor ao urinar, sangue na urina, presença de cristais, dor na região da virilha e lombar, infecção urinária e outros.

E apesar dele ser raro, se acometer apenas uma vez entre 1.150 grávidas, ele não pode ser retirado nesse período. Os médicos especialistas devem apenas tratar as dores causadas por ele com remédios antiespasmódicos, como por exemplo, os que combatem cólicas menstruais ou os que são derivados da morfina.

Faça exames periódicos.

Pedra nos rins.
(Foto Reprodução)

Pede-se que não faça a retirada das pedras, pois tanto a mamãe como o bebê podem sofrer bastante, tanto por se tratar de um procedimento cirúrgico, como por ter de levar ambos a realizar exames que podem afeta-los. Então uma das dicas para se evitar que isso venha acontecer é planejar a gestação, procurar auxílio médico e  identificar os possíveis problemas que se pode ter durante o período gestacional.

Caso já esteja com pedras nos rins, converse com seu médico e veja as possibilidades de tratamento, pois a dor sentida devido o problema pode aumentar com o passar dos dias, por causa da quantidade de hormônio contribuir para a dilatação do ureter e os cálculos passarem para bexiga, o que não é nada bom.

Contudo, não é preciso ficar tão aflita, pois 15 dias após o parto já é possível realizar a litotripsia (procedimento em que as pedras são “explodidas” por radiação e eliminadas pela urina). Mas atenção, pede-se que a mulher fique atenta quanto a disposição e esforço que vai ter de fazer e tem, pois a recuperação da gestação acaba fazendo com que eles fiquem limitados. Logo a maioria dos médicos pedem para que só se realize o procedimento, depois de um ano do nascimento do bebê.

Dica: Mesmo que não tenha nenhum cálculo detectado antes ou depois da gravidez, é bom se cuidar, então tome cerca de um copo de água por hora até anoitecer e não deixe jamais de ir ao banheiro a cada duas ou três horas.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?