Brasil Blogado » Saúde » Chocolate da Espinha

Chocolate da Espinha

Saiba neste artigo se o chocolate pode provocar o surgimento de espinhas. Mais informações sobre o assunto você acompanha no decorrer do artigo. Confira!

     

O Chocolate é um alimento feito por diversos componentes e em meio a ele encontra-se o açúcar e a gordura que quando consumido em excesso favorece a produção de sebo pelas glândulas sebáceas, levando o aumento da oleosidade da pele e provocando as temidas espinhas.

Por tanto, a resposta do tema é sim, o chocolate pode provocar espinhas. Mas assim, como ele, outros alimentos, como: pizza, hambúrguer, cachorro quente, amendoim, avelã e outros frutos secos, podem a provocar, pois ambos, possuem uma quantidade razoável de gordura, que acaba desencadeando a produção das glândulas, gerando assim, o que não se quer, a acne.

Pode-se dizer que um dos motivos do surgimento das acnes é a alimentação. Entre estes e outros motivos destacam-se a alteração hormonal, que  acomete no período da adolescência, quando os rapazes e as moças começam a receber certa quantidade a mais de hormônio. Isso também pode estar sendo adquirido por meio de medicações como anticoncepcional ou ainda, por anabolizantes, que são meios  inapropriados pelo fato de fazer mal à saúde.

chocolateespinha

O chocolate ajuda na ação de desencadeamento, quando consumido em excesso.
(Foto:Divulgação)
Fonte: http://www.guiamodamulher.com/2011/01/chocolate-provoca-espinha.html

Além dessas causas, ainda vale ressaltar que ela pode estar sendo provocada pelo estresse acumulado durante o dia a dia e ainda por ter uma má limpeza do corpo. Mas as espinhas podem aparecer por inúmeros motivos e que para serem tratadas, deve procurar auxilio com um médico dermatologista, ou seja, aquele que cuida especificadamente da pele, para iniciar o tratamento mais adequado.

Dicas de como se prevenir

. Tente não espremer, apertar ou coçar as espinhas para não provocar uma cicatriz ou uma inflamação.

. Evite usar faixas apertadas, bonés e chapéus.

. Evite tocar no rosto com as mãos ou dedos para que a região não possa ser infectada  por bactérias.

. Evite o uso de  cremes ou cosméticos oleosos.

. Retire a maquiagem quando não for mais preciso.

. Use fórmulas à base de água ou “não comedogênicas”.

. Lave o rosto ao menos três vezes ao dia.

. Troque a fronha do travesseiro ao menos duas vezes na semana, o mesmo vale para toalhas de rosto e banho.

. Evite alimentos gordurosos ou que possam a vir se transformar em açúcar e depois gordura.

. Beba bastante líquido ( água).

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?