Brasil Blogado » Seguros » Como funciona o seguro finança

Como funciona o seguro finança

Veja neste artigo como funciona o seguro finança, saiba o que é preciso para estar adquirindo e como funciona todas as etapas quando o serviço é quando. Acompanhe!

     

O seguro finança garante ao locador receber os aluguéis de outras despesas mensais, quando o locatário (quem alugou) deixou de pagar o aluguel.

Pode-se dizer que ele é a melhor opção do que ter um fiador, pois quem garante o dinheiro do locador é a Companhia de Seguros e não a pessoa física.

As despesas contratadas pelo Seguro Fiança são:

. Aluguel Mensal (cobertura básica).

. IPTU, despesas do Condomínio, água, etc. Previstas no Contrato de Locação.

. Danos causados ao imóvel pelo inquilino ao imóvel

. Multas Contratuais previstas no Contrato de Locação.

E quando o inquilino não paga o valor exigido do aluguel, a seguradora coloca em prática o que está no contrato.  Assim ela realiza a cobrança e quita a divida feita pelo inquilino. Mas a partir do momento que esse pagamento ultrapassa o plano de cobertura da seguradora, o valor a ser pago ao locador é bloqueado. Há um limite que corresponde a:

1 –  cobertura básica: 30 aluguéis.

2 – cobertura de danos ao imóvel: 6 aluguéis.

3 – cobertura de multas contratuais: 3 aluguéis.

Os tipos de coberturas variam de seguradora para seguradora, e as citadas são genéricas e pode acontecer de determinada cobertura não ter aceitação em determinada seguradora, por isso é importante ler bem o contrato da seguradora antes de assinar e, principalmente, verificar todas as ações que ela permite.

Reúna todos os documentos necessários,para poder fazer a confirmação do possível locatário.

 Contrate uma seguradora.
(Foto:Divulgação)
Fonte http://planejandomeucasamento.com.br/category/casa-nova/

Tipo de Locatário (inquilino)

– Pessoa Física: deve estar trabalhando e ter condições de comprovar renda de pelo menos 3 vezes o valor aluguel, por meio dos três últimos holerites e carteira de trabalho ou extrato bancário dos últimos 3 meses. No mais, ele deve apresentar a cópia do RG, CPF, comprovante de residência, última declaração de rendimentos.

– Pessoa Jurídica: deve apresentar o Contrato Social, a cópia do Balanço Patrimonial dos últimos 2 anos, relação do Faturamento Mensal dos últimos 12 meses, Ficha Cadastral de todos os sócios e  respectivos RG, CPF, comprovantes de residência e declaração de rendimentos.

Custo do Seguro:

O seguro pode ter validade anual ou ainda ser validado pelo tempo de contrato. Terminando a vigência o seguro deve ser renovado. No mais, o custo anual pode corresponder a cerca de 130% do valor do aluguel.

Exemplo: para um apartamento em que o valor do aluguel é de R$ 600, o seguro vai custar cerca de R$ 780 por ano.

Observação: para ter uma ideia de quanto ele irá custar faça uma avaliação. Para tal solicitação, deve-se apresentar o uso do imóvel, seja ele residencial ou comercial. Se o locatário for pessoa física ou jurídica tem que haver endereço completo do imóvel e CEP.

Procedimentos para a contratação

O Seguro Fiança é contratado em 2 etapas. Na primeira etapa devem ser enviados à seguradora uma Ficha Cadastral acompanhada do conjunto de documentos que comprovam a renda da pessoa para o pagamento dos aluguéis. Mas atenção, essa analise não sai de graça, por tanto, deve-se pagar antes de fazer a analise e se caso ela for reprovada, saiba que o dinheiro não será devolvido.

Observação: as seguradoras aceitam um comprometimento de até 30% da renda familiar líquida. Deste modo o inquilino sozinho não conseguir cobrir o valor pedido, ele pode contar com os outros moradores da casa.

 Mediante o pagamento da Taxa de Análise, a seguradora vai efetuar uma busca do crédito na pessoa na praça, consultando assim os fornecedores, referências e bancos. E tudo isso, pode durar cerca de 72 horas, porém o prazo que eles possuem vai depender da facilidade de levantar o crédito que  a pessoa tem na praça.

Ao final desta etapa, a seguradora informará por escrito se o cadastro da pessoa foi ou não aprovado, para que se prossiga com a segunda etapa, que é quando a imobiliária confecciona o Contrato de Locação.

Tendo o Contrato de Locação em mãos, firmas reconhecidas, cheques de pagamento do seguro, Laudo de Vistoria do Imóvel, é dado entrada na Proposta de Seguros na seguradora, a  apólice de seguros é emitida. Geralmente a documentação leva 15 dias para ficar pronta.

 Atenção: a garantia oferecida pelo seguro só é válido com a APÓLICE em mãos.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?