Brasil Blogado » Escolar » Como inicia uma queimada

Como inicia uma queimada

Compreenda neste artigo qual a definição da queimadas, saiba quando esse processo é legal ou não, como ele se inicia, quais os danos causados ao meio ambiente e a saúde, entre outros fatores interligados ao assunto. Confira!

     

As queimadas são definidas como uma das principais práticas da agricultura, isso porque se destinam para a formação de pastos e limpeza dos terrenos para realização de um novo plantio. Quando esse processo se manifesta de forma controlada, obedecendo todas as normas descritas pela Prevfogo (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais), é considerado uma prática legal, mas quando não, pode vir a ser classificado como crime ambiental, com mais relevância no caso de evoluções para incêndios.

A iniciação de uma queimada controlada, se manifesta através de uma série de fatores, onde o agricultor deverá seguir normas para a efetivação dessa prática, que podem ser conseguidas e orientadas através do IBAMA e do SISNAMA (Sistema Nacional do Meio Ambiente). Os critérios essenciais para esse procedimento são:

  • Conhecer as regras de segurança pessoal para evitar possíveis acidentes;
  • Todo o grupo deverá ser habilitado e estar devidamente equipado;
  • Todos os fatores do comportamento do fogo deverão ser estudados;
  • Deverá ser feitos vários aceiros para segurança da área;
Como inicia uma queimada

Queimada controlada.
(Foto: Reprodução)

Os aceiros são utilizados para delimitar a área que será queimada, prevenindo que o fogo se alastre por grandes áreas, causando incêndios florestais, que são altamente perigosos e proibidos pela lei, isso porque geram grandes transtornos à vida animal e humana, além da destruição da biodiversidade, desmatamento e eliminação de espécies da fauna e da flora.

É importante ressaltar que dentro do planejamento da queimada, deverá ser destacado os seguintes pontos: a definição do objetivo da queimada, a avaliação preliminar da área total, realização do plano de queima, autorização para  efetivação desta prática, a preparação do terreno, a execução da queima e sua avaliação.

As técnicas mais utilizadas realizar a queimada controlada de terrenos atualmente são:

  • Queimada por empilhamento;
  • Queima frontal;
  • Queima em retrocesso;
  • Queima em cunho ou flanco;
  • Queima em faixas;
  • Queima circular simples;
  • Queima em circular com a presença de concentração de calor;
  • Queima em “L”;
  • Queima em “U”;

Assim que as queimadas são finalizadas, é necessário manter uma vigilância particular com a área, com mais relevância em terrenos de solo profundo, isso porque existe ainda a possibilidade de acontecer a propagação de fogo subterrâneo, especialmente em locais que já foram o abrigo de florestas nativas.

Os maiores prejuízos destacados pela realização das queimadas são:

  • Aumento dos gases de efeito estufa;
  • Aquecimento global;
  • Mudanças climáticas;
  • Poluição da atmosfera;
  • Aceleram os processos de desertificação;
  • Desflorestamento;
  • Perda da biodiversidade;
  • Prejuízos econômicos e sociais;
  • Fuligem;
  • Combustão;
  • Erosão do solo e a perda dos seus nutrientes;
  • Agravamento das doenças respiratórias e de pele;

Atenção

Caso seja observado a prática ilegal e criminosa de queimadas ou possíveis focos de incêndio, ligue para um dos telefones abaixo para que providências sejam tomadas rapidamente:

  • Bombeiros: 193.
  • IBAMA: 0800 618 080.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?