Brasil Blogado » Corrimento Vaginal » Corrimento Amarelo

Corrimento Amarelo

Veja na matéria a seguir, o que é o corrimento amarelo, como é feito seu diagnóstico, quais são os seus sintomas, e como é realizado o seu tratamento.

     

O corrimento vaginal se refere às secreções que podem estar saindo diretamente da vagina. E tal secreção, pode ser confundida com outras, logo, ela deve ser diferenciada, por tanto é preciso avaliar os seguintes aspectos:

. Consistência (espesso, pastoso, ralo).

. Cor (límpido, turvo, branco, amarelo, verde).

. Odor (normal, inodoro, mau cheiro).

Feito isso, dá para se iniciar um processo de descoberta do motivo, que esta provocando o corrimento. E no caso do  nosso tema, ele pode estar sendo espesso, pastoso ou ralo, de cor amarelo e com odor. Então, vejamos abaixo, o que ele é, porque qual motivo apareceu, como é realizado o seu diagnóstico e também, seu tratamento.

Corrimento Amarelo

Todo é qualquer corrimento é decorrente de uma doença sexualmente transmissível ou ainda de uma infecção do trato urinário, porém na maioria dos casos, o que os exames apresentam é que o portador dele, esta com tricomoníase, que por sua vez é um tipo de DST, que pode acompanhar tanto a mulher como o homem, porém os sintomas não serão os mesmos para os dois, eles vão se diferir.

O corrimento pode ser tratado dentro de uma semana.

Não tenha vergonha de procurar auxilio médico, pois essa doença pode se agravar.
(Foto Divulgação)

Sintomas

Mulheres:

. Desconforto na relação sexual

. Coceira na parte interna das coxas

. Corrimento vaginal (ralo, amarelo esverdeado, espumoso)

. Prurido vaginal

. Coceira na vulva ou inchaço dos lábios

. Odor vaginal (cheiro forte ou fétido)

Homens: Alguns homens chegam a ter a bactéria, mas não apresentam nenhum tipo de sintoma.

. Queimação após a micção ou ejaculação

. Coceira da uretra

. Corrimento leve da uretra

Diagnostico

O  diagnóstico na maioria das vezes pode estar sendo feito por meio de um exame físico pelo especialista. No caso das mulheres a analise de manchas na parede vaginal ou ainda  esfregaço de Papanicolau. Já no caso dos homens a doença é mais difícil de ser identificada, pois na maioria das vezes, os seus sintomas não ficam tão expostos, quanto o dá mulher. Então é necessário uma analise mais minuciosa de cada caso.

Tratamento e Precauções

O tratamento deve ser feito tanto no portador do corrimento como em seu parceiro sexual, pois assim, a cura vai para os dois e o portador do momento, não corre o risco de ter a doença novamente. Por tanto é importante que a pessoa, que estiver doente, tenha consciência, de que é preciso tratar o seu parceiro sexual também, até porque a infecção pode ter partido dele.

No mais o tratamento é realizado por meio de antibióticos, como o metronidazol ou ainda Tinidazol. E quando eles estiverem sob efeito do remédio, não podem digerir bebidas alcoólicas, pois pode gerar náuseas e vômitos. E também devem evitar de  ter relações sexuais durante o período, pois assim a eficácia será maior.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?