Brasil Blogado » Mulher » Corrimento amarelo

Corrimento amarelo

Através de exames ginecológicos como o papa-nicolau é possível identificar quais fatores estão influenciando no aparecimento de corrimento, principalmente se ele estiver com aspecto indiferente e cloração amarelada.

     

O corrimento vaginal comumente ocorre na mulher, no entanto, pode ter características diferenciadas, devido o fator que o desencadeou. Apesar de ser um evento natural do trato genital, o corrimento também funciona como um indicativo de que a saúde do órgão pode está comprometida.

Para se ter a certeza de qual o fator está provocando esse corrimento, é importante conhecer quais são os principais problemas que podem o ocasionar. Geralmente o corrimento se apresenta na forma de uma pequena ou média quantidade de líquido viscoso, percebido na roupa íntima, ou em protetor diário.

Se o corrimento for branco, tiver um aspecto semelhante a do leite coalhado, exalar odores fortes, e acompanhar eventos de coceira vaginal pode ser sintoma de uma candidíase, causada por um fungo que se prolifera rapidamente na região, caso exista muita humidade.

corrimento

O corrimento amarelo pode ser causado pela bactéria chlamydia trachomatis, ou mesmo ser a reação do organismo contra a baixa imunidade do corpo.

O corrimento de cor branco – acinzentado, com mau cheiro, ardor e coceira, parecido com pus e dor sempre que se faça o ato de urinar, ou após as relações íntimas pode ser clamídia, doença essa que é adquirida na relação íntima, causada pela bactéria chlamydia trachomatis, se não for tratada corretamente pode comprometer a fertilidade da mulher. Outro corrimento espesso parecido com um pus pode ser indício de uma gonorreia.

Já o corrimento amarelado, o esverdeado ou acinzentado, pode indicar uma vaginite bacteriana, evento bastante comum de ocorrer, também causada por bactérias a partir da falta de ventilação na área genital feminina. Nesse caso não é transmissível e causa penas desconforto na mulher. Mas é importante fazer um tratamento correto para que os sintomas não se agravam.

É importante saber que fatores psicológicos como o estresse e problemas da própria saúde, como a baixa imunidade, podem provocar corrimentos. Portanto é preciso procurar um médico ginecologista sempre que ocorrer corrimentos insistentes, para que sejam realizados exames ginecológicos como o papanicolau entre outros, para se ter o diagnóstico da causa e realizar o melhor tratamento.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?