Brasil Blogado » Saúde » Dentes da frente separados nome

Dentes da frente separados nome

Você sabe o que é diastema? Não? Então descubra no decorrer desta matéria tudo sobre essa disfunção, como acomete e qual tipo de tratamento que deve ser ministrado para solucionar o problema.

     

Você sabia que na Idade Média, as mulheres que apresentavam diastema eram consideradas as mais charmosas e disputadas entre os homens? Sim, é verdade. Mas atualmente, com a mudança do padrão de beleza, trata-se de um problema que atinge milhões de pessoas, principalmente mulheres, e chegam a atrapalhar a dicção do individuo.

Verifique com o seu dentista o que pode ter causado tal deformação.

Diastema é o espaço existente entre dois ou mais dentes.
(Foto:Divulgação)

Diastema

Na odontologia o problema é compreendido como um espaço existente entre dois dentes ou mais. O caso é mais frequente nos dentes frontais na arcada superior, apresentando  um resultado insatisfatório ao que se refere a estética.

A diastema pode ser uma disfunção fisiológica ou patológica.  São fisiológicos aqueles que fazem parte do desenvolvimento normal da dentição e da oclusão. Os patológicos são provocados por inúmeros fatores como:

* Hereditariedade;

* Inserção de freio labial;

* Ausência ou tamanho diminuído do incisivo lateral superior;

* Perda de dentes devido à processo carioso;

* Lesão dos tecidos moles;

* Retenção prolongada de dentes de leite;

* Hábitos de sucção de dedos e outros; 

Geralmente a causa são os problemas periodontais, somados ao trauma oclusal e movimentos parafuncionais. Contudo, a separação dos dentes também estão relacionados ao uso de objetos como a chupeta, que provocam pressão sobre a arcada dentaria da criança, tanto na parte central como nas laterais e posteriores.

Para que a diastema seja tratada, é preciso que a arcada dentária seja avaliada pelo ortodontista. O profissional saberá com precisão como ministrar o tratamento com uso de equipamentos ortodônticos.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?