Brasil Blogado » Escolar » Distúrbio de personalidade

Distúrbio de personalidade

Os distúrbios de personalidade variam entre estados leves e graves. Saiba neste artigo quais são os tipos existentes desse transtorno, seus principais sintomas e formas de tratamento.

     

Os distúrbios ou transtornos de personalidade correspondem ao grupo ou conjunto de enfermidades com origens psiquiátricas que levam ao indivíduo acometido, ter reações diferenciadas do padrão descrito como normal perante a sociedade, tendo seus traços emocionais e comportamentais completamente singulares e por vezes prejudiciais a si mesmos.

Mesmo após tantos estudos sobre tal conceito, ainda não existem causas específicas diagnosticadas da doença, mas os médicos apontam que tanto os fatores genéticos quanto os ambientais, estejam interligados a esse processo. Devido a saúde mental, as distintas características e sintomas, esse distúrbio é classificado em tipos:

Transtorno de Personalidade Antissocial

Distúrbio de personalidade: tipos, sintomas, tratamento e complicações

Mulher com transtorno de personalidade.
(Foto: Reprodução)

Características:

  • Mentirosos;
  • Enganadores;
  • Impulsivos;
  • Irritados;
  • Irresponsáveis;
  • Desrespeitam os direitos das outras pessoas;
  • Nãos costumam obedecer normas;
  • Possuem total ausência de remorsos;
  • Estabelecem relacionamentos superficiais;
  • Não conseguem manter vínculos duradouros;
  • Buscam sempre obter vantagem em cima dos outros;

Transtorno de Personalidade Borderline

Características:

  • Instáveis;
  • Impulsivos;
  • Rompantes de de raiva;
  • Hiper reatividade afetiva;
  • Desmistificação de personalidade em pouco tempo de convivência com os demais;

Transtorno de Personalidade Dependente

Características:

  • Submissos;
  • Tem forte medo de separações;
  • Sentem dificuldade em tomar decisões;
  • Não conseguem ficar sozinhos;
  • Não costumam assumir suas responsabilidades;
  • Possuem a necessidade de serem cuidados;

Transtorno de Personalidade Esquiva

Características:

  • Exageradamente tímidos;
  • São sensíveis a críticas;
  • Evitam atividades sociais e relacionamentos;
  • São muito reservados e preocupados com as críticas e rejeições;
  • Costumam se classificar como indivíduos sem capacidade, evitando ao máximo a realização de atividades diferentes;

Transtorno de Personalidade Esquizóide

Características:

  • Não desejam ou não gostam de relacionamentos íntimos;
  • Anti-sociais;
  • Procuram realizar atividades individuais sempre que podem;
  • Possuem pouca ou nenhuma vontade de se envolver sexualmente;
  • Não costumam ter amigos íntimos;
  • Não se importam com elogios ou críticas;
  • São frios em relação as suas emoções;

Transtorno de Personalidade Esquizotípica

Características:

  • Excêntricos;
  • Estranhos;
  • Possuem pensamento e discursos extravagantes;
  • Tem poucas amizades;
  • São ansiosos em relação ao seu convívio social;

Transtorno de Personalidade Histriônica

Características:

  • Muito emotivos;
  • Desejam atenção o tempo todo;
  • Sentem-se mal quando não são o centro das atenções;
  • São muito sedutores;
  • Possuem mudanças rápidas em relação as suas emoções;
  • Gostam de impressionar as pessoas;

Transtorno de Personalidade Obsessivo-Compulsiva

Características:

  • São completamente perfeccionistas em relação a tudo;
  • Possuem dedicação excessiva no trabalho;
  • Não se importam com as demais atividades de lazer, etc;
  • São teimosos;
  • Não costumam deixar tarefas para que outras pessoas realizem;
  • Não conseguem jogar nada fora, pois acham que algum dia irão precisar;

Transtorno de Personalidade Narcisista

Características:

  • Se julgam grandiosos;
  • Possuem necessidade de admiração;
  • Costumam desprezar as outras pessoas;
  • Exploram os outros, principalmente em relações sociais;
  • São arrogantes e egocêntricos;
  • Não se importam com as emoções das pessoas;
  • Rebaixam e humilham os demais quando precisam deles;

Transtorno de Personalidade Paranóide

Características:

  • São extremamente desconfiados;
  • Se sentem sempre enganados pelos outros;
  • Não confiam em ninguém;
  • São rancorosos, ciumentos e desconfiados;
  • Não costumam acreditar na fidelidade de amigos, afetos, familiares, entre outros;

Diagnóstico

A análise médica desses indivíduos compreendem as avaliações psicológicas e o histórico da gravidade dos sintomas apresentados.

Tratamento

O uso de medicamentos e a psicoterapia são os métodos mais utilizados para o tratamento dos enfermos que são acometidos por esse transtorno, mas outros processos podem ser realizados, de acordo com o diagnóstico médico.

Complicações

  • Obtenção de outros problemas psiquiátricos;
  • Problemas na vida profissional e pessoal;
  • Problemas em todos os tipos de relações;
  • Risco de tentativas de suicídio;

Aviso!

Esse artigo é apenas um informativo sobre os transtornos de personalidade. Caso sinta necessidade, procure um psicólogo ou psiquiatra para saber mais afundo sobre o assunto ou obter orientação médica especializada.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?