Brasil Blogado » Gravidez » Dores entre as pernas na gravidez

Dores entre as pernas na gravidez

Está grávida e sentindo dores entre as pernas, então leia este artigo que preparamos sobre esse assunto e veja também dicas expressas de como diminuir tal incômodo.

     

A dor na região pélvica é normal durante a gestação, tanto que cerca de metade das grávidas sofrem de algum tipo de dor nas costas ou na pelve. Tudo isso acontece por causa que o corpo da mulher produz um hormônio chamado relaxina, que deixa mais elástico os ligamentos da pelve e de outras articulações, com intuito de ajudar a passagem do bebê no momento do parto. E por causa da maior elasticidade, as articulações acabam ficando mais soltas ao longo da gravidez. 

Além disso, na gravidez, a postura e a força muscular se modificam, como a movimentação nos lados direito e esquerdo da pelve.  E devido a isso, as articulações, ligamentos e até mesmo os músculos da região pélvica, acabam pressionados, provocando a dor em meio as pernas. Porém, não é apenas esse tipo de dor que as mamães sentem ao estarem grávidas.

 

Tente sempre descansar.

É normal as mulheres grávidas sentirem dores entre as pernas.
(foto:divulgação)

Devido ao peso do bebê e aos movimentos que tem de ser mais precisos, as pernas tendem a trabalhar mais, ou seja, elas são forçadas para suportar toda a função que tem de desempenhar. No mais, é necessário que haja o repouso e alongamentos, pois o corpo irá responder aos estímulos de melhor maneira. 

 Esse incomodo tende aparecer no primeiro trimestre da gestação, período em que o peso da bacia passa a ser maior, ou  quando já se encontra próximo ao trabalho de parto, é uma indicação de que o bebê está encaixando sua cabeça na região da pelve. E se por acaso uma mulher sofrer disso e não for tratada pode ser que na próxima gravidez as dores sejam mais fortes. 

Por tanto mamães, procurem auxilio médico e sigam as prescrições para estar evitando transtornos futuros.  

Recomendações

* Tenha cuidado ao realizar as atividades diárias. Procure auxílio de um fisioterapeuta para lhe ensinar as diversas posturas e também o modo correto de executar as atividades que  necessita. 

* Pratique exercícios, eles melhoram a estabilidade da pelve e das costas. Um bom exemplo disso é o pilates. 

Se atente quanto ao profissional que esta lhe ajudando, pois ele tem de entender de verdade o que esta fazendo, para que não lhe prejudique.

Procure sempre seguir as recomendações médicas para que haja melhora no que está provocando tais incômodos.
(foto:divulgação)

* Utilize cintas de suporte. Estudos revelam que cerca de 80% das mulheres grávidas que a utilizaram o acessório, sentem mais confiança e menos dor. 

* Utilize calcinhas altas com costura de reforço na região abdominal. Elas ajudam a aliviar o peso e a dor provocada na  bacia e pelves.

* Se possível faça acupuntura, pois ela pode ajudar. Mas tenha cuidado, prefira um especialista que tenha experiência no tratamento de gestantes.

 

 

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?