Brasil Blogado » Saúde » Fascite plantar sintomas e tratamento

Fascite plantar sintomas e tratamento

A fascite plantar é uma patologia comum na vida de muitos indivíduos atualmente. Conheça neste artigo um pouco mais sobre essa enfermidade, saiba quais são as suas causas, sintomas e confira como é realizado o seu tratamento e prevenção.

     

 Trata-se de uma fascite plantar as inflamações que acometem o tecido denso que existe na sola do pé, chamado de fáscia plantar. A sua principal função é ligar o calcâneo aos dedos, criando um arco no pé, por isso os desconfortos dessa enfermidade são tão incômodos.

A fascite plantar costuma ocorrer através de fortes tensões provocadas no pé ou quando existe o uso intenso dessa região do corpo. As pessoas que possuem essa patologia afirmam que os  desconfortos são ainda mais presentes ao usar sapatos apertados, de salto ou ao permanecerem muito tempo em pé ou caminhando.

A maioria dos indivíduos afetados são  homens que se encontram em plena atividade e que tem idade entre 40 à 70 anos de idade, sendo uma das maiores reclamações feitas por eles aos ortopedistas.

Causas

Fascite plantar: causas, sintomas, tratamento e prevenção.

* Ganho repentino de peso;
* Obesidade;
* Tensão no tendão de Aquiles;
* Uso de calçados inapropriados ao formato da sola do pé;
* Problemas relacionados ao arco do pé;
* Caminhar ou correr em superfícies irregulares;
* Praticar qualquer tipo de exercício que force demasiadamente os pés.

Sintomas

* Rigidez na sola do pé;
* Dor no calcanhar;
* Queimação na sola do pé;
* Sensibilidade na área;
* Perda da qualidade de vida.

As dores costumam piorar de acordo com os esforços praticados durante o longo do dia, fazendo com que o indivíduo manque ou não consiga colocar o pé no chão para a realização de atividades diárias.

Tratamento

Assim que os sintomas surgirem o indivíduo deve procurar ajuda médica para que as lesões não aumentem. As soluções propostas pelos ortopedistas para o tratamento da fascite plantar são:

* Aplicação de bolsas de gelo;
* Uso de talas e proteções para o calcanhar;
* Prática de exercícios de alongamento para os pés;
* Uso de sapatos com amortecedores e apoios;
* Repouso de pelo menos uma semana;
* Palmilhas sob medida;
* Bota imobilizadora;
* Uso de alguns medicamentos anti-inflamatórios;
* Injeções de esteroides no calcanhar;
* Processo cirúrgico (para os casos mais graves);

Prevenção

Para prevenir a fascite plantar, é necessário que o indivíduo tome certos cuidados com os pés, mantendo sempre a flexibilidade dos músculos da panturrilha, do tendão de Aquiles e do tornozelo.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?