Brasil Blogado » Doenças » Mosquito da doença de chagas

Mosquito da doença de chagas

Mosquito da doença de chagas, veja detalhes sobre esta doença que foi e mesmo depois de anos, ainda é motivo de muitas mortes no Brasil.

     

 

A doença de Chagas surgiu no ano de 1909, descoberta por um médico chamado Carlos Chagas, devido ao seu sobrenome a doença foi denominada doença de chagas, ela é causada por um barbeiro, nos anos passados a doença não era muito conhecida, mais depois de anos passou a ser a causa de muitas mortes no Brasil, em grande parte morrem devido à falência cardíaca, a doença atingia geralmente as pessoas que trabalhavam na lavoura, sendo o local com maiores índices da presença do barbeiro, o barbeiro é apenas o meio de locomoção da doença, ele transmite a doença de chagas quando ele suga o sangue contaminado de um mosquito sendo que este possui uma espécie de parasita que possui a capacidade de se reproduzir no mosquito, contagiando assim o barbeiro.

Para o ser humano quando é contaminado pelo barbeiro o contágio se dá enquanto o barbeiro suga o sangue e ao mesmo tempo deposita resíduos de fezes na pele da pessoa e devido a bertura na pele a doença é transmitida para o ser humano.

Muitas pessoas possuem a contaminação da doença, mas os sintomas não se manifestam, muitas casos surgiram devido ao contagio da doença através do consumo da cana-de-açúcar onde haviam restos da defecação do barbeiro, outros foram contaminados através do contato com sangue contaminado.

Geralmente após a contaminação o ser humano não apresenta vestígios, sintomas do contágio, para algumas pessoas é como se nem tivessem a doença, sendo que em alguns casos pode ser curada, mas para outras pessoas geralmente é motivo de muito sofrimento, ela age causando problemas relacionados a circulação do sangue impedindo o funcionamento dos órgãos do corpo.

Principais sintomas da doença:

-Ferida no local da picada;

-Febre alta;

-Desconforto nos olhos como se fosse conjuntivite;

-Aumento do tamanho dos órgãos como o fígado;

A doença é diagnosticada com uma análise de exames de sangue, e através do histórico de vida da pessoa se costumava frequentar regiões que obtiveram altos índices da doença, e sintomas de insuficiência cardíaca. Após a confirmação da doença, é necessário manter um acompanhamento médico para que a mesma possa ser tratada.

 

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?