Brasil Blogado » Gravidez » Mulher ligada pode engravidar

Mulher ligada pode engravidar

Saiba através deste artigo se a mulher ligada pode engravidar. Mais detalhes sobre assunto você acompanha na integra neste artigo. Confira!

     

Muitas mulheres ficam em dúvida se, após a operação, devido há algum problema causado em meio aos órgãos do útero, elas vão poder engravidar. O surgimento da dúvida é normal, pois depende  de caso para caso e tudo será uma questão de analise.  

Há mulheres que fazem o ligamento na tentativa de prevenirem a gravidez indesejada, mas a tentativa de não engravidar é em vão mesmo após realizar a ligadura de trompa. Então, mulherada, se não querem ter filhos por agora, o jeito é se prevenir. E àquelas que tem o desejo de serem mães, saibam que esse sonho pode ser realizado.  

No mais, essa ligadura realizada nas mulheres, também é conhecida como laqueadura tubária. Esse é um dos métodos mais eficazes de contracepção permanente e na maioria das vezes é realizada em mulheres que não desejam ou não podem ter mais filhos. E para que o procedimento seja realizado é preciso analisar alguns fatores como se as trompas foram bloqueadas e qual técnica usada para esse bloqueio. 

Caso a mulher deseja ter filhos e tenha feito a ligadura, basta passar por um procedimento cirúrgico.

A mulher pode engravidar mesmo estando ligada.
(Foto:Divulgação)
Fonte: http://www.clinicadentale.com.br/pages/novidades/page:19

Mas se é um método eficaz, como a mulher ainda pode engravidar? Bom, a gravidez pode ocorrer após a cirurgia devido uma recanalização espontânea das trompas ou por algum processo que provoque a abertura anormal nas trompas, o que acaba possibilitando o encontro do óvulo com o espermatozoide e dando inicio a gravidez.

Tal risco na falha da esterilização pode ser mais frequente em mulheres jovens, pelo fato de apresentarem fertilidade maior do que as mulheres de idade. Desta maneira, depois o primeiro ano, a eficácia do método é de 0,5 por 100 mulheres. Ou seja, vai acontecer um caso de gravidez em cada 200 mulheres que realizaram o procedimento. 

E o melhor de tudo, no caso daquelas que se arrependerem ou ainda acharem que esta no momento de ter um filho, elas podem reverter a situação se submetendo à recanalização tubária por meio de técnica microcirúrgica ou realizar procedimentos de reprodução assistida. 

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?