Brasil Blogado » Menstruação » O que pode ser a menstruação marrom

O que pode ser a menstruação marrom

As alterações menstruais e no corrimento podem ser causadas por vários fatores. Saiba neste artigo quais os motivos desse processo quando sua coloração é marrom (escura) e veja o que você deve fazer caso esse transtorno esteja acometendo o seu organismo.

     

Visualizar a aparência, a consistência e a coloração da menstruação, é um fator muito importante todos os meses para todas as mulheres que se encontram nessa condição, isso porque alterações nesse processo podem vir a indicar vários transtornos que estejam acometendo o organismo, como alterações emocionais e até mesmo possíveis DST’s.

O corrimento ou a menstruação marrom costuma indicar, na maioria das vezes, o acúmulo de sangue velho que estava acumulado no corpo, que normalmente é eliminado no início ou no final do período menstrual da mulher. Outras possíveis razões que podem ocasionar essa alteração são o período ovulatório e no pH vaginal, mudança da pílula anticoncepcional, uso da pílula do dia seguinte, alterações hormonais, efeito colateral de algum medicamento e a gravidez.

Já nos casos mais graves, essa coloração da secreção pode indicar:

Menstruação marrom: causas, sintomas e ajuda médica.

Causas do corrimento ou menstruação marrom.
(Foto: Divulgação)

» Infecção vaginal bacteriana;
» Feridas no colo do útero, nas tubas uterinas e/ou nas paredes vaginais;
» Alergias;
» Miomatose;
» Endometriose;
» DST’s;

Ajuda médica

Assim que essa alteração surgir (principalmente se estiver acompanhada de mal cheiro, ardência, vermelhidão, inchaço e coceira), marque uma consulta ginecológica, para que assim, o especialista analise a secreção. Os métodos mais utilizados para o diagnóstico das causas desse quadro são o papanicolau, o exame de urina, o de sangue e a observação da paciente.

Atenção

A menstruação ou o corrimento marrom é considerado normal quando acontece a troca do anticoncepcional por outro e quando ela surge com uma duração de 1 à 2 dias no início ou no fim de um ciclo menstrual regular.

Devido a estas e outras considerações, mantenha sempre consultas regulares com o seu ginecologista para que haja uma observação adequada da sua região íntima e uma melhor orientação médica em casos de possíveis distúrbios no local. Esse procedimento também ajuda a prevenir vários transtornos e um melhor tratamento dos órgãos reprodutores.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?