Brasil Blogado » Emprego » Procedimentos de rescisão por justa causa

Procedimentos de rescisão por justa causa

Se não sabe o que tem de fazer para demitir um funcionário por justa causa, leia a matéria a seguir e descubra como funciona este processo.

     

O procedimento para rescisão por justa causa de um funcionário é simples, no entanto deve-se tomar cuidado com os mínimos detalhes, pois eles é que podem levar ao erro e fazer com que acabe pagando por algo que não teve culpa. No mais, preste bem atenção no passo-a- passo nos procedimentos.

Ele  dirá exatamente o que deve fazer, quando se encontrar nessa situação. E seguindo eles, conseguirá o que deseja.

Procedimento passo a passo

A primeira coisa a fazer é saber o motivo que te levou a fazer isso, em seguida deve verificar se é condizente como determina a lei. Feito isso vai ser necessário provar que o seu funcionário está descumprindo o combinado ou algo que afere a lei.

Dica: Caso precise averiguar qual  o ato cometido pelo o seu funcionário, perante a lei, use o guia o trabalhista. 

Tome bastante cuidado com a causa que irá passar para o trabalhador.

Procedimentos de rescisão por justa causa
(Foto Reprodução)

Após esse procedimento e a decisão ser tomada, você deve avisar ao seu funcionário sobre a demissão e a causa da mesma. Atenção, o funcionário quando mandado embora não tem obrigação de cumprir aviso prévio, por tanto, se vai precisar dele por mais alguns dias, opte pela negociação.

Caso esse não seja o caso, avise a ele sobre os direitos que o mesmo possui que é apenas o seu salário pelos dias trabalhados e férias, se no caso de vencida. E o informe também do que ele não poderá receber o 13° proporcional e as féria proporcionais. No mais, ele não tem o direito de indenização e nada do gênero.

Passado por tudo isso, peça para o seu contador reger o contrato e dar baixa na carteira de trabalho do funcionário. Logo após, peça para que o mesmo leia o contrato e veja se esta tudo de acordo com os motivos que o está levando a ser dispensado. Feito isso, basta com que o responsável pelo contratado assine os documentos necessários e pague o que deve para ao ex-funcionário.

Caso você seja o trabalhista, veja se não possui nenhuma exceção quanto a lei.

Demissão
( Foto Reprodução)

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?