Brasil Blogado » Saúde » Proteína na urina

Proteína na urina

Saiba nesse texto porquê as proteínas podem estar apresentes na urina, entenda o que esse fator indica à saúde humana. Veja como identificar esse processo através de alguns sintomas e as formas de tratamento utilizadas atualmente para a sua contenção. Acompanhe!

     

Quando as proteínas são encontradas na urina com uma taxa superior a considerada padrão, dizemos que o organismo do indivíduo está manifestando um caso de proteinúria. Esse transtorno costuma estar associado a algum tipo de anormalidade ou doença e na maioria das vezes se manifesta em adultos.

O plasma presente em nossa corrente sanguínea, possui várias proteínas e uma das funções dos rins é a conservação das proteínas plasmáticas, para que elas não sejam excretadas enquanto acontece a produção da urina. Os dois mecanismos que realizam esse impedimento são os glomérulos (barreira que mantém a maioria das proteínas plasmáticas maiores dentro dos vasos sanguíneos) e as proteínas menores (barreira frágil, quase inteiramente reabsorvidas pelos túbulos renais).

Causas

A presença da proteinúria se dá na maioria dos casos quando danos consideráveis afetam os glomérulos e/ou os tubos renais, que impossibilitam a reabsorção das proteínas e a permissão que maiores quantidades desse nutriente e de hemácias penetrem na urina.

Muitos fatores podem vir a possibilitar os danos descritos acima e as lesões renais, mas os principais deles são:

Porta

Causas da proteinúria.
(Foto: Divulgação)

» Diabetes;
» Estresse;
» Hipertensão;
» Traumas;
» Infecções;
» Exposição a toxinas;
» Câncer nos rins;
» Desordens imunológicas;
» Mieloma múltiplo;
» Pré-eclâmpsia;
» Hemólise intravascular;

Sintomas

Essa manifestação se dá de maneira assintomática em casos leves. Quando se faz como uma alteração mais grave, costuma apresentar:

» Aspecto de espuma na urina;
» Inchaço no corpo, principalmente nas mãos, pés, pescoço e abdômen;
» Sintomas ligados as causas que provocaram a proteinúria;

Diagnóstico

Assim que as alterações forem constatadas, um médico deverá ser procurado para analisar as condições que o organismo se encontra. Os principais exames utilizados para observação nesse caso são os de urina, sangue, teste de imagem dos rins, medida da pressão arterial e  avaliação da função renal.

Exames rotineiros são muito importantes, pois podem alertar a presença da proteína e os disfunções que vem acometendo o indivíduo logo em sua fase inicial, proporcionando assim menos danos a estrutura corporal.

Tratamento

Os procedimentos utilizados para tratar a proteinúria vão variar de acordo com os motivos que vem ocasionando essa manifestação, colocando uma concentração principal para a contenção da causa e dos sintomas presentes.

Observação: em quadros de proteinúria persistente, os médicos costumam indicar a redução de proteína e de colesterol na alimentação, como outras modificações na dieta do paciente.

Atenção

Todas as informações contidas nesse artigo não servem como orientação médica, portanto, caso tenha dúvidas ou deseja realizar exames e o tratamento desse distúrbio, procure a ajuda de um especialista.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?