Brasil Blogado » Mulher » Verrugas na vagina

Verrugas na vagina

As verrugas genitais podem ser tratadas desde que sejam provenientes de HPV, todos os procedimentos e as causas estão especificadas no artigo, confira.

     

As verrugas genitais são pequenas saliências sendo que esses aparecimentos podem estar relacionado a algum dos tipos de papilomavírus humanos (HPV), adquirido possivelmente pelo contato em uma relação íntima sem proteção, o que acarreta a criação de verrugas que podem se estender nas proximidades do ânus.

PH VAGINAL1

A infecção latente pelo vírus pode ser identifica por meio de testes laboratoriais mais específicos.

As verrugas genitais em alguns casos podem provocar sintomas incômodos, como prurido, ardor e dores. Também podem atingir o colo do útero. De acordo com alguns dados, as verrugas genitais são muito comuns de surgirem, estima-se que 10% das mulheres e também de homens terão verrugas genitais ao longo da vida. No entanto, os tipos de HPV que originam as verrugas se distinguem dos tipos que causam o câncer cervical.

Após o contato íntimo com uma pessoa infectada, o aparecimento das verrugas genitais costuma ser no período aproximado de semanas ou de meses dependendo de cada pessoa. São identificadas a princípio, através de um exame visual, mas existem verrugas genitais que somente podem ser visualizadas mais difíceis de serem identificadas, se fazendo necessário utilizar aparelhos com lente de aumento como a lupa e o colposcópio.

O tratamento contra as verrugas genitais, irá depender de vários detalhes, como localização e tamanho. Pode ser indicado o uso de soluções tópicas ou creme, as opções de remoção por cauterização, a LASER, por congelamento e por meio de intervenção cirúrgica também são viáveis.

Em alguns casos as verrugas genitais podem se extinguir por si mesmas sem auxílio de qualquer tratamento, mas o ideal é procurar ajuda médica, porque não há métodos que apontem se as mesmas possam vir a crescer ou desaparecer.

Outras franquias lucrativas e dicas relacionadas:


Quer comentar ?