Brasil Blogado » Jesus Cristo » Vida de Jesus Cristo

Vida de Jesus Cristo

Veja neste artigo como os discípulos de Jesus relatam sua vida. Mais informações você confere no decorrer desta matéria!

     

Jesus Cristo (6-4 a.C.-27-36), o messias, a imagem central do Cristianismo e as principais fontes de informação sobre sua vida se encontra nos quatro Evangelhos Canônicos pertencentes ao Novo Testamento que foram escritos em grego, em diferentes épocas pelos seus discípulos:

* Mateus, Marcos, João e Lucas.

Vejamos abaixo a história da vida de Jesus relatadas por eles.

Relatos dos discípulos

O Evangelho de Mateus descreve que Jesus nasceu no tempo de Herodes (4 a.C. ou antes). Já Lucas coloca o nascimento na época do primeiro censo do Império Romano, onde a Judeia foi promovida. E tudo isso aconteceu segundo as fontes históricas romanas em (6 a.C).

Ainda no evangelho de Lucas, Jesus que aos viajou com seus pais de Nazaré a Jerusalém para celebrar o Pessach, que é Páscoa judaica. E quando seus pais (José e Maria) retornavam à Nazaré, perceberam que Jesus não estava com eles. Aflitos, eles procuraram pelo filho durante 3 dias e acabaram  encontrando-o no Templo onde estava discutindo sobre religião com os sacerdotes.

E a partir daquele momento todos que o ouviam ficaram admirados pela sua sabedoria, apesar de ter apenas 12 anos de idade. No mais, esse é o único relato sobre à juventude de Jesus, no livro de Lucas. Jesus só volta a aparecer no Evangelho já adulto, por volta dos seus 30 anos de idade quando foi batizado no rio Jordão por seu primo João Batista. Sua aparição também é relatada quando se reunia com seus apóstolos, nas pregações, milagres, penitencia, além do julgamento, morte e ressurreição em Jerusalém.

Ainda há quem conte que Jesus (6-4a.C.-27-36) Filho de José e Maria, nasceu em Belém no reinado de Herodes, quando Roma dominava a Palestina e Augusto era o imperador. No Evangelho de Lucas, relata também que o anjo Gabriel apareceu na casa de Maria, em Nazaré, e anunciou que ela daria a luz a um futuro rei e este  era o “Filho de Deus” e se chamaria Jesus.

Confia nas palavras de seu irmão, que ele te salvará.

Filho de Deus e irmão de todos.
(Foto:Divulgação)
Fonte: http://luzecalor.blogspot.com.br/2012/12/o-evangelho-segundo-jesus-cristo-jose_23.html

Mas Maria ficou preocupada pois já era prometida a José, então não sabia como iria explicar a ele como foi concebida por um filho sem ao menos ninguém a tocasse. Mas a mulher cheia de graça, fora contemplada pelo espirito santo e que daria a luz  ao filho de Deus. E mesmo com medo ela aceitou a graça e contou a José, que relutou ao saber da notícia, mas logo aceitou o que sua esposa havia lhe dito. O mesmo ajudou a criar o filho como se fosse dele, sangue de seu sangue.

Ainda em Lucas, Jesus nasceria em Belém, porque na época o imperador Augusto obrigou seus súditos a se registrar no primeiro censo do império, dessa forma todos deveriam retornar à cidade de origem para se alistar. Como a família de José era de lá, ele voltou para sua cidade levando Maria já grávida.

Em Belém Jesus nasceu em uma manjedoura. E já no relato de Mateus, José soube em sonho que Maria daria a luz a um menino concebido pelo Espírito Santo. E quando Jesus nasceu, vieram os três reis magos que seguiram a estrela que os conduziram até Belém com intuito de abençoar e presentear o menino rei.

No mais Jesus acaba sendo levado pela família para o Egito, em seguida vai morar em Nazaré, na Galileia, onde acaba sendo criado. Essa fuga para o Egito, segundo Mateus, foi para escapar de uma sentença de morte impetrada por Herodes, que ao saber do nascimento do “Filho de um rei”, mandou matar todos os bebês que poderiam ter até 2 anos e que fossem nascidos em Belém, para que nada e nem ninguém pudesse tomar o seu trono.

A data do nascimento de Jesus é uma incógnita, no entanto, 25 de dezembro era a data em que os romanos celebravam sua festa de solstício de inverno, a noite mais longa do ano. Então, o dia em que ele nasceu não consta na Bíblia, foi uma escolha da igreja 5 séculos depois, para coincidir com as festas de fim de ano, semana entre o Natal e o Ano Novo.

Ainda no evangelho de Marcos e Mateus, observa-se que Jesus aos 13 anos celebrou o barmitzvah, ritual que marca a maioridade religiosa do judeu. E que em um certo tempo ele passou a ser chamado de Tekton, que no grego do século I se referia a um pedreiro e não carpinteiro como seu pai era. E mais, eles informam que Jesus tinha 4 irmãos: Thiago José, Simão e Judas, além de 2 irmãs, não nomeadas.

Prosseguindo com sua trajetória e já com seus 12 discípulos em plena pregação, ele recebeu a notícia da morte de João Batista, que foi ordenada pelo Rei Herodes Antipas, em vingança pela atitude de João, que havia violado o 10º mandamento da lei judaica. E Mateus ainda relata que “Jesus retirou-se para um lugar deserto e o povo saiu em sua direção“. Logo em seguida ele realiza o milagre do compartilhamento, que é quando o pão e o peixe esta quase acabando e ele em meio a multidão sacia a fome de todos com apenas 5 pães e dos 2 peixes.

Depois disso ele zarpou com seus discípulos para o Templo de Jerusalém para que pudessem celebrar a Páscoa. Ao entrar foi aclamado como filho de Deus e causou bastante tumulto. No mais, ele celebrava a Páscoa com seus apóstolos, onde ficou conhecida como”A Última Ceia” e aproveitou o momento para anunciar que seria traído por um dos presentes, Judas Escariotes.  E na mesma noite, Jesus segue para o Jardim de Getsêmani, na encosta do Monte das Oliveiras para orar em companhia de Pedro, Tiago e João.

E enquanto isso, a traição de Judas foi confirmada: Por 30 moedas de prata e um beijo na testa, Jesus foi revelado e preso. Os soldados o levaram ao encontro de Caifás, que o acusou de desordem no Templo e quando confirmado que era o “Filho de Deus” e o rei dos Judeus, Jesus também foi acusado de blasfêmia.

Em seguida foi levado a presença de Pôncio Pilatos, governador da Judeia. Depois, por ser da Galileia, foi levado à Herodes Filho que governava a Galileia. Herodes zombou dele e devolve-o a Pilatos, para que fosse levado à punição.

Os Evangelhos ainda contam que em visita ao túmulo, Maria Madalena, mãe de Jesus, encontra a pedra aberta e o sepulcro vazio. Depois ele teria aparecido para ela, confirmando a sua ressurreição. Enfim, há vários relatos que contam a ascensão de Jesus.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?