Brasil Blogado » Saúde » Gordura grau 3 no fígado

Gordura grau 3 no fígado

Entenda neste artigo como se dá o 3° grau da gordura no fígado, saiba quais os seus perigos, sintomas e como essa etapa pode ser tratada.

     

A esteatose hepática ou como chamamos popularmente de “gordura no fígado”, se trata de uma doença que vem acometendo um elevado número de pessoas no mundo, principalmente as que consomem bebidas alcoólicas com frequência, que são completamente sedentárias e obesas, isso porque ela se manifesta pelo excesso de gordura no fígado, órgão considerado muito importante para a sobrevivência humana.

O 3° grau dessa doença corresponde ao seu nível mais preocupante, onde o acúmulo de gordura já começa a dar de forma mais intensa e completamente exagerada no órgão. O quadro de muitos indivíduos por vezes passa a ser grave devido as não demonstrações de sintomas da enfermidade, que só se apresentam quando acontece a inflamação do fígado, deixando o organismo propenso à adquirir uma cirrose.

Possíveis sinais

Como a maior parte da doença se faz de forma assintomática, veja alguns sinais abaixo que podem ajudar a suspeitar ou a identificar o risco de possuir ou não a esteatose hepática.

Esteatose hepática 3° grau: causas, sintomas, tratamento, prevenção.

Se a doença for constatada, o individuo deve parar de consumir álcool e cigarro.
(Foto: Divulgação)

» Dores de cabeça;
» Enjoos;
» Cansaço;
» Cor amarelada nos olhos e na pele;
» Vômitos;
» Dores abdominais do lado direito;
» Perda do apetite;
» Barriga inchada.

Diagnóstico

A única maneira de descobrir a doença e saber o seu grau com exatidão é realizar a biópsia hepática, mesmo se o paciente apresentar sintomas clínicos, laboratoriais ou radiológicos de tal distúrbio no fígado.

Tratamento

Não existe um tratamento específico para essa enfermidade. A melhor forma para cuidar da patologia e proporcionar o seu controle é mudar completamente os hábitos de vida do paciente. Tendo como um dos seus principais objetivos, a perda de peso, que ajuda muito em todo o processo.

A prática de exercícios físicos, uma boa dieta e o uso de alguns tipos de medicamentos também podem ajudar no tratamento, pois ajuda a controlar os níveis da diabetes (se possuir), do colesterol e aumentar a insulina no organismo. Nos casos de indivíduos com obesidade mórbida, a cirurgia bariátrica pode ser uma boa opção.

Observação: é extremamente importante que se a doença for constatada, o paciente deve abandonar de vez o uso do cigarro e o consumo de qualquer tipo de bebida alcoólica.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:

  • Temos vários artigos como esse. Encontre eles usando o campo de busca.

Quer comentar ?