Brasil Blogado » Gravidez » Problemas e perigos na primeira gravidez

Problemas e perigos na primeira gravidez

Se você é mamãe de primeira viagem, mas não sabe dos riscos que esta correndo, clique no link a seguir e leia o artigo que preparamos, sobre os problemas e perigos durante a primeira gestação, e fique por dentro de tudo.

     

Quando se descobre que esta grávida é mágico, meio que leva-se um choque, mas logo depois passa, pois quase que de imediato, nasce uma luz dentro da mulher, que a deixa linda e com vontade de viver e ser mais forte a cada dia que se passa. E então, ela começa a se preparar para a chegada desse novo ser.

E sendo assim, ela vai ao médico e começa os seus preparativos, e é na ida nesse médico que ela descobre os problemas e perigos, que pode estar passando durante esse período, que por sua vez, podem ser os seguintes:

. Perda do bebê espontaneamente, que pode estar acontecendo por diversos fatores, mas principalmente devido a idade, pois a mulher que se encontra na faixa etária de 20 a 35 anos esta exposta a ter diversos problemas na gestação, mesmo sendo uma idade propícia para gravidez. E isso tende acontecer, devido elas estarem mais abertas ao leque de doenças.  

. Problemas no útero e no colo do útero. Podendo ser eles já antigos ou adquiridos no período da gestação. Então, sendo assim, eles podem estar variando bastante. 

. Presença de infecções, tais, como: listeriose, caxumba, rubéola, citomegalovírus, gonorreia, sífilis, HIV, entre outras. Que podem estar sendo transmitida para o bebê, fazendo assim, com que se tenha grande complicações durante a gestação. Por isso, que se pede logo de início que se mantenha afastado de pessoas que possam vir passar esses tipos de vírus e doenças. 

. Má formação do feto, devido ao consumo excessivo de drogas (antes e durante a gestação).

Cuide bem de seu filho.

Tire todas as suas dúvidas.
Foto Reprodução

. Má formação do bebê e de mais problemas, devido ao uso de medicamentos, como: anti-inflamatórios não-esteroides e outros. Tanto é que auto-medicação, principalmente quando se esta grávida é visto com mau olhar. 

. Diabete, pois pode esta sendo transmitida para o bebê, que por sua vez, acaba produzindo mais ainda o hormônio responsável pelo o seu aumento. 

. Doença renal, devido ao funcionamento dos órgãos irem se modificando conforme o passar dos dias. 

. Problemas de tireoide, embora essa possibilidade seja menor quando monitorada. 

. Quando se esta tendo uma gestação anembrionada, que por sua vez, é quando o embrião não chega a se desenvolver.

. Um simples tombo que pode levar a perda do bebê, ou alguma sequela, e ainda ao nascimento antes do previsto. 

. Dores na lombar e inchaço no corpo, quando não se pratica nenhuma atividade física leve ou ainda, se expõem muito ao cansaço e serviço pesado. 

. Sangramentos por falta de cuidados maiores com a gestação, ou ainda, devido alguma doença já habituada dentro do organismo da mamãe. 

Enfim, são diversos. E o trabalho de avisar a mamãe sobre todos eles é do médico obstetra, quando ela estiver realizando o pré-natal. Por tanto, mamães de plantão, especulem muito o seu médico e não deixe com que nada passe em branco.

 

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:

  • Temos vários artigos como esse. Encontre eles usando o campo de busca.

Quer comentar ?