Brasil Blogado » Biologia » Decomposição dos alimentos por fungos

Decomposição dos alimentos por fungos

Os fungos, podem aparecer em diversos locais e atacar muitos alimentos e produtos, porém cada um tem uma maneira diferente de agir. Acompanhe o artigo a seguir e veja como tudo funciona.

     

Ninguém pode ver uma mancha escura no alimento, um cheiro estranho ou até mesmo a mudança de sua cor, que logo já fala, que ele esta estragado, que azedou, que criou mofo. Mas muitos não pararam para perceber que eles acontecem devido ao período de tempo que estão ali abertos, expostos ao ar.

Pois é, o mofo, ou  bolores, mofos, fermentos, levedos, orelhas-de-pau, trufas e cogumelos-de-chapéu, como preferir chamar, possuem o seu estilo de vida.  E por isso é outros motivos que eles aparecem nos locais que menos esperamos. E, é por meio deles que os alimentos acabam se decompondo. Vejamos!

Verifique se a fruta se encontra em perfeito estado antes de consumi-la.

A fruta pode mudar de cor e ainda ficar com uma camada de pelúcia por cima. Foto Reprodução

Um dos modos de vida deles é o saprófagos. Ele é responsável por grande parte da degradação da matéria orgânica, o que por sua vez, acaba ajudando na reciclagem dos nutrientes. Ou seja, eles consomem o alimento que continua vivo, mas que em questão de dias, irá ser absorvido e morrer, e devolvem a terra todos os nutrientes.

Observação: Os fungos, não possuem clorofila, por tanto, não são capazes de possuir o próprio alimento, por isso, eles consomem o que já encontra vivo e depois devolvem os nutrientes de volta a terra.

E apesar de possuir esse aspecto positivo, os fungos, são responsáveis pelo apodrecimento dos alimentos e de algumas madeiras, que já foram utilizadas, e também de alguns tecidos. Fazendo assim, com que haja o prejuízo para o ser humano, o que por sua vez, não é nada bom.

Mas, voltando aos seus benefícios, ele não só devolve os nutrientes a terra, como também provoca a fermentação em alguns, os deixando assim, mais saborosos. E um bom exemplo disso é o queijo, o pão, o vinho e a cerveja, que por sua vez, são até vendidos mais caros, do que os que são feitos da maneira natural.

E para que ocorra esse processo, diversas fábricas utilizam uma espécie de fungo especifico, no caso das bebidas alcoólicas e de tudo aquilo que leva trigo, eles usam a espécie Saccharomyces cerevisiae. Ele ajuda a transformar o açúcar em álcool etílico e CO2, na ausência de O2.

Enfim, os fungos tem os seus benefícios e malefícios, por tanto, saiba primeiro a sua procedência para depois, consumi-lo ou joga-lo fora.

Nem tudo aquilo que é parece ser tão ruim.

O valor de um queijo fermentado ou seja com gungo, pode passar de R$100 a peça. Foto Reprodução

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:

  • Temos vários artigos como esse. Encontre eles usando o campo de busca.

Quer comentar ?