Brasil Blogado » Variados » As profissões mais arriscadas do mundo

As profissões mais arriscadas do mundo

As profissões mais perigosas do mundo são diversas, porém existem algumas que se destacam mais do que as outras. Acompanhe a matéria a seguir e saiba quais as profissões mais perigosas.

     

As profissões mais arriscadas do mundo parecem ser simples, porém estes trabalhadores colocam suas vidas em risco todos os dias para terem o pão de cada dia dinheiro. Acompanhe logo abaixo, algumas das profissões mais arriscadas do mundo.

> Limpador de arranha céu. Em toda cidade que houver prédio haverá um limpador de janela, principalmente as metrópoles. Estes profissionais ficam pendurados em uma das janelas do edifício fazendo a limpeza das mesmas. Tem de estar devidamente, assegurados, com os equipamentos de segurança para evitar acidentes.

Uma queda da altura de três metros, já pode causar a morte do ser humano, caso ele caia de mau jeito. Imagine só, se ele cair de um local, com acima de 100 metros.

Limpador de arranha céu, assim é chamado os profissionais que limpam os vidros dos diversos edifícios.
(Foto Reprodução)

 

> Bombeiro ou Socorrista. Os bombeiros tem que encarar diversas situações durante o trabalho. Incêndio, socorro em meio há um local de difícil acesso, afogamento, diversos tipos de resgates que pode colocar a vida destes profissionais em risco.

Os bombeiros, passam por diversas de situações de perigo durante o seu período na corporação.

Bombeiro, uma das profissões mais arriscadas do mundo.
( Foto Reprodução)

 

> Minerador. Eles trabalham em tuneis há vários metros da superfície da terra, tuneis que correm o risco de desabar a qualquer momento. Vários mineradores em diversas partes do mundo morreram soterrados enquanto executavam suas funções. Por isso está na lista das profissões mais perigosas do mundo.

Já morreram diversos mineiros, durante as escavações.

O minerador, pode estar cavando por diversos motivos, em principal para conseguir obter alguma pedra valiosa ou ainda, para abrir espaço, para algum construção. Foto Reprodução

 

> Membro do esquadrão antibomba. Desarmar uma bomba ou ainda ter de sair procurando por elas, por meio de um campo onde não sabe ao certo onde pisar, é muito perigoso. Todo cuidado é pouco quando alguém do esquadrão antibomba é escolhido para desarmar o objeto. É preciso anos de aprimoramento, sangue frio e demais características.

Eles primeiro procuram por elas, depois marcam o local e depois a desarmam.

Esquadrão antibombas.
(Foto Reprodução)

> Policial.  Uma das profissões mais arriscadas. Os policiais foram preparados para enfrentar situações diversas, estando em equipe ou não. Não é fácil ser policial, principalmente nos dias de hoje, onde muitos pagam com a própria vida para dar segurança aos civis de boa índole.

Os policiais do Brasil, tem de entrar em confronto com alguns moradores, devido, eles praticarem, coisas que vão contra a lei.

Policiais em confronto com os malfeitores.
(Foto Reprodução)

 

> Jornalista. Estes profissionais se arriscam, passam por diversas situações para levar a informação ao telespectador. Esta profissão ramifica em diversas áreas como “repórter investigativo” por exemplo, que tem que infiltrar em alguma situação delineando a “matéria” para quem está assistindo. Quando uma pessoa escolhe a carreira jornalistica, a mesma deve está ciente dos riscos que corre para mostrar a “verdade” á sociedade.

Quem nunca viu em um noticiário, um apresentador de jornal, ter que dar a nota de falecimento de um colega seu, devido algum acontecimento trágico.

O jornalista se envolve em diversas situações com intuito de mostrar a verdade á população. Alguns creditam que os jornalistas são tidos como porta-vozes do povo.
(Foto Reprodução)

> Pescador de caranguejo-real. Não é o crustáceo que causa a morte do pescador, mas as condições climáticas que mais preocupam os pescadores, com muito frio e o mar constantemente revolto. Para quem não sabe a pescaria do caranguejo-real é realizada no mar de Bering em meados de outubro a janeiro. O mar é limitado com o norte do Alasca e noroeste da Sibéria ( Russia).  A temperatura do mar é muito baixa, se um pescador cair no mar ele pode morrer de hipotermia.

Se o navio congela, imagine só os pescadores, que ficam molhados o tempo inteiro.

As embarcações chegam a congelar devido a baixa temperatura.
(Foto Reprodução)

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?