Brasil Blogado » Animais » Dez espécies que estão extintas na mata atlântica

Dez espécies que estão extintas na mata atlântica

Leia na matéria a seguir quais os animais em extinção na mata atlântica devido o desmatamento e outros fatores. Confira aqui, também, alguns animais ameaçados de extinção.

     

Há séculos atrás a mata atlântica era rica ( não deixou de ser) em fauna e flora, porém com o passar dos anos, devido o devastamento da floresta, pouco  restou da mata levando á extinção espécies de plantas e animais. E o maior causador de tudo isso é homem.

E para quem não sabe, a mata atlântica, ainda, constitui um dos maiores habitats da diversidade animal, devido uma parte de sua extensão  ser preservada e também por causa de sua condição climática. Ambos os fatores acabam se tornando provenientes para que os  mamíferos, anfíbios, aves, peixes, répteis e entre outros possam viver  ali.

Espécies

E dentre eles pode-se encontra cerca de 567 especies, porém algumas delas estão ameaçadas e outras já extintas, tais como:

Nome científico – Aburria jacutinga, mas conhecida popularmente como Jacutinga. Ela é uma ave, que por sua vez, também pode ser chamada de peru do mato. Que por sua vez, pertence a família do Cracidae.

Peru do mato

Jacutinga, espécie ameaçada de extinção.
(Foto Reprodução)

 

>  Nome científico – Anodorhynchus glaucus, mas conhecida popularmente como arara azul pequena. Ela é uma ave, que por sua vez, pode ser confundida, com a arara azul de porte normal, porém o seu tamanho é muito menor, do que a normal. E ela pertence a família do Psittacidae.

Elas tendem ter sua plumagem mais escura do que a arara de porte médio ou grande.

Arara Azul Pequena, espécie em extinção.
(Foto Reprodução)

 

Nome científico – Panthera onca, mas conhecida popularmente como onça pintada,  onça-verdadeira, jaguar, jaguarapinima, jaguaretê, acanguçu, canguçu, tigre e onça-preta. Ela é um mamífero carnívoro, que por sua vez, pode ser confundida, com diversos outros animais, da sua família, que é  a felidae.

Ela é muito confundida com os leões e também com os gatos de mato, quando é pequena.

Onça pintada, espécie em extinção.
(Foto Reprodução)

 

Nome científico –  Myrmecophaga tridactyla, mas conhecido popularmente como Tamanduá Bandeira. Ele é uma mamífero, que por sua vez, também pode ser chamada de , iurumi, jurumim, tamanduá-açu, tamanduá-cavalo, papa-formigas-gigante e urso-formigueiro-gigante. E os diversos nomes engraçados, se dá devido a sua alimentação, que nada mais é, do que formigas e cupins. E esse, incrível animal, pertence a família dos mirmecofagídeos.

Ele era bastante visto no Brasil devido a sua vegetão e clima, porém com o passar dos anos, ele foi sumindo.

Tamanduá bandeira, espécie ameaçado de extinção.
(Foto Reprodução)

 

>Nome científico – Leontopithecus, mas conhecido popularmente como Mico Leão dourado. Ele é um primata, que por sua vez, também pode ser chamado de saguipiranga e sauimpiranga.  Que pertence a callitrichinae, sendo de gênero leontopithecus.

Ele recebe esse nome, devido a cor de sua juba, ser parecida com a de um leão.

Mico leão dourado, espécie em extinção
(Foto Reprodução)

 

>Nome científico –Alouatta seniculus,  mas conhecido popularmente como Bugio. Ele é um mamífero primata, que por sua vez, pode ser encontrado nas cores marrons e ruiva.  Que pertence a família cebidae.

Lembrando que ele pode ser visto de duas cores e que pode chegar a medir, mais que um metro de altura.

Bugio Ruivo, espécie ameaçado de extinção.
(Foto Reprodução)

 

>Nome científico – Priodontes maximus,  mas conhecido popularmente como Tatu- canastra ou ainda tatuaçu. Ele é da ordem Edentata, e pode ser encontrado na América do Sul cisandina. E a sua família é a dsypodidae.

O animal que o Brasil escolheu, para estar animando a copa,  foi exatamente o tatu.

Tatu Canastra, espécie ameaçada de extinção.
( Foto Reprodução)

 

>Nome científico – Chaetomys subspinosus,  mas conhecido popularmente como ouriço preto. Ele é um roedor, que por sua vez, pode ser encontrado nos estados de Sergipe, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro.  E pertence a família echimyidae.

Ele se parece com o porco espinho, porém um e roedor e o outro não.

Ouriço Preto, espécie ameaçada em extinção.
(Foto Reprodução)

 

>Nome científico – Carpornis melanocephala,  mas conhecido popularmente como sabiá pimenta. Ele é uma ave, que por sua vez, pode ser encontrado florestas subtropicais ou tropicais úmidas de baixa altitude. E pertence a família  cotingidae.

O sabiá pimenta pode ser confundido com o seu companheiro que possui a plumagem do corpo de cor verde e a cabeça preta.

Sabiá Pimenta, espécie ameaçada de extinção.
( Foto Reprodução)

 

Nome científico – Biatas nigropectus,  mas conhecido popularmente como Papo branco. Ele é uma ave, que por sua vez, pode ser encontrado nos países da Argentina e Brasil. E pertence a família   thamnophilidae.

Biata, também é conhecido como um termo brasileiro, utilizado, para chamar as mulheres mais velhas e santas.

Papo Branco, espécie ameaçada de extinção.
(Foto Reprodução)

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?