Brasil Blogado » Escolar » Entenda como os cientistas conseguem calcular a idade de uma rocha

Entenda como os cientistas conseguem calcular a idade de uma rocha

Neste artigo você irá conferir um resumo sobre como é calculado a idade das rochas de forma relativa e absoluta.

     

geocronologia corresponde a ciência que faz os estudos das rochas através de uma conjunção de métodos, avaliando a sua composição e idade. Sua estrutura se subdivide em avaliações geocronológicas absoluta (radiocronologia) e relativa (paleontologia e estatigrafia).

A datação das rochas e seus sedimentos podem ser medidos de formas qualitativas e quantitativas, sendo que os meios de estudo variam de acordo com a preferência do cientista que estará presente na expedição.

Cálculo absoluto

Observando a forma geral e mais utilizada pelos geocronologistas, a idade das rochas é determinada de acordo com as análises realizadas dos seus elementos químicos através de um decaimento radioativo, onde partículas são liberadas até que o núcleo atômico se torne mais estável que de início. Algumas mudanças do número atômico acontecem durante esse processo fazendo com que ele se transforme posteriormente em outro elemento.

Idade das rochas: cálculo relativo e absoluto.

Com isso, é possível ver a velocidade com que ocorre essa transformação e determinar quanto tempo esse processo vem acontecendo na rocha que está em estudo.

Exemplo:

Suponha que o urânio (U) se transformou em chumbo (Pb). Para calcular o processo descrito acima, os cientistas terão que pegar uma amostra do mineral que incorporou o elemento-pai (urânio) na sua formação e visualizar o seu decaimento, que irá gerar seu elemento-filho (chumbo). O valor estimado é  medido de acordo com a razão entre ambos elementos.

Quanto menor for a razão entre os elementos, mais antiga a rocha será. 

Cálculo relativo

Nesse processo é avaliada a relação temporal entre camadas geológicas, isto é, pesquisas são realizadas nos elementos químicos dos seus sedimentos.

Exemplo:

Na presença de fósseis, é possível reconhecer seu tempo de existência através da observação dos seus elementos, podendo indicar a idade da camada geológica em que o fóssil foi encontrado. Fazendo uma relação podemos indicar que as camadas superiores desse sedimento são mais novas e as inferiores mais velhas.

Observação

O conceito de meia-vida também é utilizado na datação, sendo que o método urânio-chumbo é o mais utilizado pelos cientistas para a realização desse cálculo e também para conhecer a idade da terra.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?