Brasil Blogado » Saúde » Sinais e sintomas do AVC

Sinais e sintomas do AVC

Identificar os sintomas de um AVC não é fácil, ainda mais para quem não sabe nada sobre a doença. Confira neste artigo quais os sinais de alerta dessa enfermidade e veja como proceder caso ela se manifeste. Acompanhe!

     

O AVC (Acidente Cardiovascular Cerebral) ou AVE (Acidente Vascular Encefálico), conhecido popularmente como derrame cerebral, corresponde a uma enfermidade de nível grave, que ocasiona o entupimento ou até mesmo o rompimento dos vasos que encaminham o sangue ao cérebro, provocando a paralisia da região cerebral da área afetada.

Essa perda rápida de funções neurológicas, acometem milhares de pessoas no mundo, todos os anos. O comprometimento do tecido cerebral nesses quadros pode causar gravíssimas sequelas ao indivíduo, sejam elas de razão motora, psicológica ou neurológica. É importante ressaltar, que essa doença nem sempre tem cura.

Tipos

» AVC Isquêmico: Quando acontece o entupimento dos vasos que levam sangue ao cérebro;
» AVC Hemorrágico: Quando acontece o rompimento do vaso, provocando sangramento no cérebro.

Sintomas

O AVC Isquêmico é o mais comum, mas o Hemorrágico é muito mais grave, podendo ocasionar até mesmo a morte do indivíduo. Ambos tipos possuem os mesmos sintomas, sendo eles:

Cabeça1

Cérebro.
(Foto: Reprodução)

» Desequilíbrios;
» Dor de cabeça muito forte;
» Dificuldade para falar e se expressar;
» Sensação de formigamento em uma ou mais partes do corpo;
» Dificuldade em se levantar ou em permanecer de pé;
» Visão embaçada;
» Perda parcial da visão;
» Falta de controle da urina ou das fezes;

Sequelas

As principais sequelas que acometem o indivíduo após um AVC são a dificuldade em  comunicar, nervosismo, irritabilidade e a paralisia de um dos lados da estrutura corporal.

Diagnóstico

A análise baseada em cima do histórico de vida do paciente e o exame clínico, são as maneiras utilizadas para diagnosticar o paciente.

Fatores de risco

» Hipertensão arterial;
» Doença cardíaca;
» Tabagismo;
» Consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
» Diabetes;
» Idosos;
» Obesidade;
» Uso de anticoncepcionais hormonais;
» Más condições de vida;
» Malformação arteriovenosa cerebral;

Tratamento

Os métodos realizados para controlar a doença irão variar de acordo com o diagnóstico do médico, a idade do paciente, o tipo de AVC e o grau clínico em que o quadro do mesmo se encontra. A mudança alimentar, o uso de medicamentos, sessões de fisioterapia e fonoaudiologia serão essenciais durante todo o tratamento.

Atenção: Quanto antes a doença for diagnosticada e o tratamento iniciado, menos sequelas o enfermo terá.

Prevenção

A melhor maneira de prevenir o aparecimento do AVC, é controlar os fatores de risco, adequar os hábitos de vida e manter a saúde sempre em dia.

Aviso

Todos os dados contidos nesse artigo se fazem apenas como um informativo. Para mais esclarecimentos, procure ajuda médica.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?