Brasil Blogado » História » A História do Teatro

A História do Teatro

Teatro teve sua origem na Grécia, em meados do século VI a.C, as encenações teatrais tiveram origem a partir de um ato inusitado de um homem chamado Téspis.

     

Segundo historiadores o teatro teve sua origem na Grécia, em meados do século VI a.C. Os mesmos relatam que o teatro surgiu a partir das festas dionisíacas que na época eram realizadas em homenagem ao deus Dionísio, deus da fertilidade, do teatro e do vinho. Essas festas realizadas para homenagear o deus Dionísio, eram uma espécime de ritual sagrado, com recitais e procissões que normalmente, duravam vários dias seguidos.

Normalmente, esses rituais/festas eram realizadas anualmente, durante o período de primavera, pois esse era o período em que se fazia a colheita da uva naquela região.

A Historia do Teatro

O teatro grego que é conhecido nos dias atuais, surgiu a partir de um acontecimento inusitado, acontecimento esse que foi realizado Téspis, o mesmo foi/é considerado o primeiro ator da história do teatro.

Os historiadores relatam que Téspis participava de um ritual em homenagem ao deus Dionísio, quando resolveu vestir uma máscara humana, e em seguida subiu em um tablado em plena praça pública e declamou a seguinte frase: “Eu sou Dionísio!”.

Este acontecimento foi um dos marcos iniciais da ação dramática e das encenações teatrais que passaram a surgir.

De imediato, todos que ali se encontravam ficaram espantados com a coragem e com a audácia do homem que fingiu e ao mesmo tempo se colocou no lugar de um deus. Esse tipo de encenamento até então nunca havia acontecido, pois um Deus era considerado um ser intocável, um ser que era para ser louvado. Este acontecimento foi um marco inicial da ação dramática.

A partir do momento em que Téspis declamou determinada frase, ele arriscou-se a transformar o ritual em teatro, o sagrado em profano e a verdade em um verdadeiro faz-de-conta. Naquele momento, Téspis demonstrou diante das outras pessoas, que ambos poderiam representar o outro.


Quer comentar ?