Brasil Blogado » Jesus Cristo » Fatos mais importantes durante os 33 anos de Jesus Cristo

Fatos mais importantes durante os 33 anos de Jesus Cristo

Leia no artigo a seguir, os fatos mais importantes da vida de Jesus Cristo até ele ser crucificado, morto e sepultado, aos seus 33 anos de idade.

     

O leitor deve estar atento que é difícil de traçar uma linha sobre o perfil biográfico de Jesus Cristo, pelo simples fato dos principais documentos escritos sobre sua vida “os Evangelhos”, terem sido produzidos por seus discípulos, com objetivos pastorais e doutrinários, ou seja, eles não possuem um compromisso com o registro histórico, dentro do âmbito científico, como se pede nos dias de hoje. Sendo assim, vamos passar a vocês- leitores, o que é relatado em meio as escrituras feitas pelos seus seguidores. Acompanhe!

Vida de Jesus Cristo

Jesus, filho do carpinteiro José e de Maria, nasceu nos arredores da Palestina, provavelmente no ano 6 a.C., ao final do reinado de Herodes Antibas, quando Roma dominava a Palestina, porém ainda não existe nada certo que comprove a data de seu nascimento, apesar dela ser comemorada no dia 25 de dezembro, juntamente com a festa natalina, para alguns países. Contudo, segundo o evangelho de Lucas, a sua história começou quando o anjo Gabriel apareceu na casa de Maria, em Nazaré, e anunciou que ela daria a luz a um futuro rei, e que ele era “Filho de Deus” se chamaria Jesus.

E como Maria era prometida a José, mas ainda não havia se deitado com ele, o anjo anunciou que o filho seria concebido pelo Espírito Santo, ou seja, ele viria de uma ação divina, sem explicação, é assim, foi feito. No mais, ele  nasceu em Belém porque na época, o imperador Augusto obrigou seus súditos a se registrar no primeiro censo do império, ou seja, todos deveriam retornar à cidade de origem para se alistar. Prosseguindo com sua história, quando ele nasceu, os reis magos, seguiram uma estrela que os conduziu à Belém, e chegando lá eles o abençoaram e presentearam.

Para maiores relatos, leia o evangelho.

Sua vida não foi muito relata, apenas seus ensinamentos.
Foto Reprodução

Todavia, Jesus foi levado pela família para o Egito, em seguida foi morar em Nazaré, na Galileia, onde foi criado e viveu sua infância e adolescência. E seguindo com sua caminhada, pode-se dizer, que até os 12 anos de idade, ele não teve nenhum marco importante, sendo assim, somente quando ele desapareceu, em uma volta para sua cidade, e que seus pais os pegaram discutindo com os sacerdotes, sobre teologia. E prosseguindo, até os 30 anos de idade, que  foi quando ele começou sua pregação,  e a realizar curas e exorcismos, frente ao público, e que se pode dizer, que sua vida em meio a divindade começa a ser marcada.

Tanto é que ele se fez por batizar, por João Batista nas margens do rio Jordão e depois disso, começou sua peregrinação, viajando assim, para Galileia, onde encontrou seus primeiros seguidores (discípulos), que  foram pescadores do lago Tiberíades. E foi em meio a sua viagem, que ele ficou sabendo da morte de João Batista, que hora, tinha sido ordenada pelo Rei Herodes Antipas, filho de Herodes, o Grande, devido desobediência ao 10° mandamento, e então, ele  retiro-se para um lugar deserto, fazendo assim, com que o povo, que o seguia saísse em sua direção. E logo em seguida, ele realiza o milagre da multiplicação do pão, matando assim, a fome de seus seguidores.

Partido disso, ele rumou com seus discípulos para o Templo de Jerusalém, para celebrar a Páscoa, e ao entrar em meio a praça de vendas, foi aclamado como filho de Deus, o que acabou causando tumulto e chamando a atenção de todos que estavam ali, mas principalmente dos mandantes. E então, em meio a comemoração da páscoa,  que foi quando realizou a celebração da última ceia, ele anunciou a todos que seria traído por Judas Eucariontes, é assim, foi feito, seu próprio discípulo vendeu sua entrega, por moedas e um beijo na testa.

Seguido dali, Jesus foi preso aos 33 anos de idade e levado a presença de Pôncio Pilatos, governador da Judeia, onde foi condenado e levado para sua punição, que por sua vez, era carregar uma cruz de madeira em meio ao caminho do monte, onde seria crucificado, morto e sepultado. Enfim, há quem diga que em uma visita de Maria de Nazaré- sua mãe, ao monte onde havia sepultado, ela encontrou a pedra de seu tumulo retirada, e que logo depois, ele havia aparecido para ela é confirmado a sua ressurreição, e mais a frente, os seus  seguidores Marcos e Lucas,   relatam que após ele se encontrar com seus discípulos, ele retorna ao céu e se senta ao lado de seu pai- Deus.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:

  • Temos vários artigos como esse. Encontre eles usando o campo de busca.

Quer comentar ?