Brasil Blogado » Cachorro » Mau cheiro em cachorros peludos

Mau cheiro em cachorros peludos

Se você tem um ou mais cães peludos em casa e não sabe quais procedimentos tomar para amenizar o cheiro forte que eles deixam no ambiente e em seus pelos, encontre algumas saídas para esse desconforto neste artigo!

     

Os animais domésticos vivem em contato com seus donos e o ambiente interno da casa a quase todo o momento, com isso, a higienização é mantida com mais destreza, para que o cheiro forte que eles possuem não fiquem impregnados.

Os cães de raça peluda são lindos e dóceis, mas são um pouco difíceis de lidar na higienização do que os demais, isso porque seus dejetos e outros diversos fatores se acumulam em sua pelagem, fazendo com que fiquem com mau cheiro.

Existem ainda, em algumas espécies, práticas especializadas que devem ser realizadas durante o banho para que o odor dos pelos amenize  e até previna o aparecimento de feridas na pele ou outras outras lesões e transtornos, sendo quase imperceptível quando realizado corretamente, como no banho à seco.

Observação: o aparecimento das lesões, como o acúmulo de parasitas na pele se fazem presentes devido a umidade que a quantidade de pelos proporciona e as condições do seu corpo. Por isso é importante ficar atento e tomar todos os cuidados necessários.

Banho à seco

Essa tipo de banho é prático, fácil e pode ser uma opção bem em conta quando realizada em casa. As soluções caseiras utilizadas nesse processo são:

Dicas para evitar mau cheiro em cães peludos

Filhote de cão peludo no banho.
(Foto: Reprodução)

» Água morna (cerca de 90%);
» Álcool (cerca de 2%);
» Vinagre (cerca de 8%).

Para realizar o banho do animal, basta misturar os produtos acima (de acordo com as porcentagens descritas) em um balde ou recipiente que caiba o cão e dar o banho. Em caso de animais com pelos muito claros, será possível perceber que ele não ficará muito branquinho, mas a higienização é totalmente eficaz.

Nesses casos, indica-se que a cada mês ou de 15 em 15 dias, antes de realizar o banho a seco, o cão seja lavado com água morna e sabão/sabonete neutro.

Atenção: existem produtos nas redes de pet shop que proporcionam o mesmo efeito que a solução caseira descrita acima, só que possuem um valor mais alto. É importante ressaltar que esses estabelecimentos também realizam banhos apropriados para cachorros peludos, sejam eles de pequeno, médio ou grande porte.

Dicas

» Dê banho no animal a cada uma semana quando for filhote (somente após o veterinário liberar) e pelo menos 2 vezes quando o cão estiver maior, adulto.
» Opte por dar banho no animal em um horário do dia que esteja com um clima agradável e se possível, ventando consideravelmente para ajudar a secar os pelos mais rápido.
» Depois de dar banho no cão ou até mesmo em um gato peludo, SEMPRE deixe que seus pelos sequem completamente, se possível, realize o procedimento com um secador.
» Lembre-se de secar bem com o secador ou com uma toalha as orelhas, as partes íntimas e todos os lugares que ficam mais abafados que os demais.
» Tose um pouco o pelo do seu animalzinho a cada 2 ou 3 meses, evitando o mau cheiro, uma pelagem feia, o aparecimento de parasitas, entre outros.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?