Brasil Blogado » Saúde » Motivos e Causas de sangue nas fezes

Motivos e Causas de sangue nas fezes

Neste artigo iremos abordar as principais doenças que podem provocar o aparecimento de sangue vivo e de fezes escuras. Acompanhe!

     

A presença de sangue nas fezes, seja vivo ou digerido, sempre provoca a sensação de apreensão no paciente e familiares, devido esse ato não ser comum durante o dia-a-dia, e também, para a saúde do organismo. E quando isso acomete, logo surge diversas dúvidas sobre o que pode ter causado tal fator. Então, vejamos abaixo, como tudo funciona e o que pode vir a provocar esse sintoma. 

Causas

A primeira sensação que tem ao ver o sangue em meio as fezes é de que fez muita força no momento de ejeta-las. Então, pode acontecer do fator não ser tão alarmante para o portador do sintoma, porém a partir do momento em que ela começa a aparecer mais de uma vez e em maior quantidade, a preocupação já começa a se abater. Então, logo procura um médico para descobrir as possíveis causas, que por sua vez, podem estar variando entre:

* Lesões simples e benignas, hemorroidas ou fissura anal e até mesmo, hemorragias digestivas mais graves, como aquelas provocadas por úlceras do estômago ou ainda tumores do intestino.

Tipos de fezes com sangue

O sangramento digestivo se caracteriza pela presença de sangue vivo ou escuro nas fezes, e costuma ser dividido de duas formas, ou seja de acordo com sua origem. Acompanhe!

- Hemorragia digestiva alta: é um tipo de sangramento que ocorre no trato gastrointestinal superior, sendo assim, no duodeno, estômago ou esôfago.

- Hemorragia digestiva baixa: é um tipo de sangramento que se dá no trato gastrointestinal inferior, ou seja, intestino delgado, intestino grosso, reto ou ânus.

Como perceber a presença do sangue

Ele pode ter várias apresentações distintas e as mais comuns são:

* Sangue oculto nas fezes.

* Sangramento detectado após limpeza. 

* Pequeno sangramento retal após evacuar. 

* Pequenas quantidades de sangue ao redor das fezes.

* Fezes pastosas, negras e com odor muito forte.

* Sangramento retal com sangue vivo e grande quantidade.

presença de sangue nas fezes

Não fique aguardando que tenha uma próxima vez.
(Foto:Divulgação)
Fonte: http://aenfermagem.com.br/quiz/quiz-no-5-especial-dia-do-enfermeiroa/

Modos de classificação da perda de sangue retal

Outra forma de classificar uma perda de sangue nas fezes é por meio das características do mesmo. São 3 os tipos mais comuns:

Hematoquezia, também pode ser chamado de sangramento retal, acontece quando há presença de sangue vivo em pequena ou moderada quantidade. Ela é um sinal de sangramento nos digestivos baixos.

Melena, acomete quando há presença das fezes negras, que habitualmente são pastosas e com odor muito forte. Ela é um sinal de sangramento nos digestivos altos, como por exemplo, o estômago ou duodeno. 

Enterorragia, é o nome dado à presença de sangue vivo, com grande volume e que habitualmente esta associado à dor abdominal. E que pode fazer, com que o paciente evacue somente o sangue, sem presença nenhuma das fezes.  E quando ele se acomete é sinal, de que se há uma hemorragia digestiva grave, que pode ter origem em qualquer ponto do trato gastrointestinal.

Diagnóstico e Tratamento

A investigação das hemorragias digestivas é realizada pelo método endoscópico. Sendo assim, se a suspeita for de sangramento nas regiões mais baixas, os exames pedidos para o diagnóstico serão: a retossigmoidoscopia ou a colonoscopia. Mas se a suspeita for no trato digestivo superior, os exames, mas precisos, vão ser: a endoscopia digestiva alta é o exame de escolha. 

E já nos casos de hemorroidas ou fissura anal, pede-se para que se realize o exame físico, com visualização direta do ânus. E assim, que identificada a verdadeira causa do sangramento, inicia-se o tratamento, que logo,  vai ser variado, devido os diversos motivos que podem estar se acometendo sobre os modos do sintoma. Por tanto, procure auxílio médico e não faça a medicação sem prescrição. 

Outras franquias lucrativas e dicas relacionadas:


Quer comentar ?