Brasil Blogado » Variados » Qual a oração mais poderosa de São Cipriano

Qual a oração mais poderosa de São Cipriano

Saiba, através deste artigo, quais são as orações de São Cipriano e sua história!

     

A oração mais poderosa de São Cipriano é aquela  que há certeza no que está dizendo. Por tanto, considera-se errado colocar apenas uma oração como boa e forte, tem que acreditar no que está pedindo para que tal desejo seja almejado. Então, se você é um seguidor desse santo ou ainda não é, mas se interessou por ele, procure agir de modo convicto, pois terá a satisfação de seus planos serem alcançados.

No mais, acompanhe o nome de algumas orações mais conhecidas e em seguida saberá um pouco mais sobre a vida de São Cipriano.

Orações de São Cipriano

. Grande Inovação: que deve ser feito com uma vela acesa e moedas de cobre.

. Contra bruxarias e feitiçarias: que logo após ser rezada, deve-se prosseguir com o credo e com a salve rainha.

. Oração para amansar e trazer de volta: que deve ser lida em três dias seguidos.

. Lenho contra feitiços: que deve ser usado atrás das portas das casas.

. Oração das 13 coisas para amolecer o coração de alguém.

. Oração para fechar o corpo contra inimigos.

. Oração para abrir os caminhos urgentemente.

Cipriano teve uma morte brutal, mas sempre defendeu seus princípios

São Cipriano defendia os dois lados, pois sabia que ambos possuía senso. (Foto:Divulgação)
/ Fonte: http://artereligiao.blogspot.com.br/2011/09/16-de-setembro-sao-cipriano-de-cartago.html

Quem foi ele

Cipriano era filho pagãos muito ricos, nasceu em 250 d.C. na Antioquia, região situada entre a Síria e a Arábia. Desde a infância, Cirpiano foi induzido aos estudos da feitiçaria e das ciências ocultas, como alquimia, astrologia, adivinhação e diversas modalidades de magia.

Para que isso acontecesse, ele viajava bastante e foi em de suas viagens, pela babilônia, aos trinta anos de idade, que encontrou a bruxa Évora, onde teve a oportunidade de intensificar seus estudos e aprimorar a técnica da premonição. A ensinadora faleceu devido a idade, porém deixou manuscritos ao aluno Cipriano que se dedicou arduamente para ter seu mérito a respeito e conhecimento em meio a todos.

Enfim, ele foi um homem que dedicou boa parte de sua vida ao estudo das ciências ocultas e só parou quando conheceu a jovem (Santa) Justina, que acabou convertendo o mago ao catolicismo. Cipriano, anos depois, foi martirizado e canonizado, porém sua popularidade excedeu a fé cristã por causa de seus  livros que foram compilados para rituais de magia.

Cipriano faleceu ao lado de sua amada, após ter sido perseguido, preso e torturado. O imperador fez com que eles negassem a sua devoção pela fé cristã, em praça pública. Justina fora chicoteada até a morte e logo em seguida, açoitou o pobre homem com um pente de aço.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?