Brasil Blogado » Escolar » Sistema nervoso dos peixes

Sistema nervoso dos peixes

Entenda como é constituído o sistema nervoso dos peixes ósseos e cartilaginosos. Veja no artigo.

     

Os peixes são classificados como animais vertebrados aquáticos de tipo ectodérmico, possuindo uma estrutura de corpo constituída de membros fusiformes e outros transformados em barbatanas que podem ser sustentadas tanto por raios ósseos ou cartilaginosos. Ainda mantê brânquias com as quais conseguem respirar o oxigênio dissolvido na água, já na parte externa, parte do corpo é coberto por escamas, pele nua e também sem escamas.

Seu sistema nervoso possui 10 pares de nervos cranianos, raízes dorsais e ventrais dos nervos espinhais, que se unem na passagem pelo foramen intervertebral. Mas outras determinações são diferenciadas de acordo com o tipo de peixes. As duas classificações para subentender o sistema nervoso dos peixes fica limitado aos tipos ósseos e os tipos cartilaginosos. Cada qual constitui semelhantes dados, mas não iguais em sua totalidade.

peixe osseo

Tipo de peixe ósseo

Peixes Ósseos - Representam maior parte das espécies de peixes, podendo habitar em todos os diferentes tipos de água – salobra, doce, salgada, quente ou fria. Seu sistema inclui um encéfalo distinto e órgãos com os sentidos desenvolvidos, divididos entre:

  • Olhos: tamanho grande, localizados nas laterais e não possuem pálpebras, justamente para que possam focar com maior precisão os objetos dispostos nas proximidade e perceber movimentos distantes facilmente. Sua retina contém bastonetes e cones que proporcionam a visão e cores em alguns casos.
  • Narinas: ficam na parte dorsal do focinho, e possuem uma cavidade coberta de células sensíveis.
  • Ouvidos: possui três canais semicirculares dispostos retamente uns com os outros, funcionando portanto como um órgão de equilíbrio. Sua audição é apurada, e permite a comunicação entre si ao emitirem sons com o ato de se esfregarem uns nos corpos dos outros.
  • Linha lateral: está ao longo do flanco do peixe, composta por uma fileira de minúsculos poros, que ficam ligados a um canal abaixo das escamas, onde estão os mecanorreceptores. Auxilia no eficaz sistema para detecção dos movimentos e vibrações causadas na água, por causa disso os peixes comumente formam cardumes utilizado como estratégia de defesa.
tubarao 300x225

Também são denominados como os vertebrados vivos mais primitivos por possuírem as vértebras completas e divididas, além de barbatanas pares e mandíbulas móveis.

Peixes cartilaginosos – São os tipos de peixes de águas profundas, como tubarões, raias e quimeras. Possuem encéfalo distinto e órgãos sensoriais capazes de identificar presas mesmo quando estas estão a longa distância ou mesmo enterradas:

  • Narinas: ficam dispostas ventralmente na extremidade da cabeça arrendondada, capazes de detectar moléculas mesmo que estejam dissolvidas na água e em quantidades mínimas.
  • Ouvidos: são constituídos de três canais semicirculares dispostos retamente entre ambos, também funciona como órgão de equilíbrio.
  • Olhos: são laterais e não possuem pálpebras, sua retina contém apenas bastonetes em maioria dos casos, o que lhe confere uma visão em preto-e-branco mas com grande adaptação para ambiente com baixa luminosidade.
  • Linha lateral: possui um fino sulco ao longo dos flancos com pequenas aberturas, e células nervosas sensíveis á pressão.
  • Ampolas de Lorenzini: estão localizadas na zona ventral da cabeça, resumindo um canal sensitivo ligado a pequenas ampolas de eletrorreceptores que auxiliam para detectar as correntes elétricas dos músculos de demais organismos.

Quer comentar ?