Brasil Blogado » História » Quem era o escriba no egito

Quem era o escriba no egito

No antigo Egito não eram todas as pessoas que tinham o privilégio de ter uma boa educação, saber ler e escrever. Saiba neste artigo quem eram os escribas e quais as suas funções perante a família real.

     

Hoje em dia escrever é uma opção do ser humano, pois existem diversas escolas espalhadas pelo mundo, mas antigamente quem sabia escrever e ler possuía um cargo cargo de alto nível, principalmente se morasse no Egito.

E o cargo ocupado por esse escritor, era chamado de “escriba”, que tinha como função principal: escrever textos, registrar dados numéricos, redigir leis, copiar e arquivar informações. Então, pode-se dizer que, ele além de escritor, o individuo era um agente particular da realeza ( um secretário). E que tal cargo, era muito bom pois, além de ascensão social e real, ele possuía uma boa postura financeira, perante aos demais.

Observação:  Hillel e Sammai, foram os escribas que mais se destacaram em meio a sua época.

Eles exigiam muito de si, pois tinham de ser bem educados.

Escribas, grandes homens.
(foto divulgação)

 

Porém, além de ter todo esse privilégio, o escriba era muito cobrado e todos esperavam muito deste profissional e não era por menos que a sua educação e dos familiares deveriam ser impecáveis. No tanto que, para que isso viesse acontecer, para ter uma posição social privilegiada, os escribas liam bastante, tinham cuidado ao se comunicar com as pessoas e acima de tudo, sempre cuidava para que a família não cometesse nenhum deslize. E um bom exemplo disso eram seus filhos que, desde de novos, eram enviados à escola.

Enfim, eles eram considerados parte da corte real e não eram obrigados a pagar taxas ou se juntar ao exercito.  No mais, a profissão era bastante similar com a dos pintores e artesãos, que também recebiam tais classificações como ele, devido as  artes e modo de pensamento serem agradáveis ao olhos da corte.

Curiosidade

Nos livros sagrados para os cristãos e judeus, o termo escriba tem o significado de doutores e mestres, ou seja, homens que são especializados no estudo e na explicação da lei ou Torá. E na história e ensinamentos contadas pela bíblia, a palavra apareceu pela primeira vez no livro de Esdras. 

Eles eram importantes, pois manejavam bem a sua arte.

Escribas, pintores e decoradores.
(foto divulgação)

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:

  • Temos vários artigos como esse. Encontre eles usando o campo de busca.

Quer comentar ?