Brasil Blogado » Doenças » Febre aftosa

Febre aftosa

As espécies susceptíveis a adquirir a doença da febre aftosa são os bovídeos – bovinos, búfalos, yaks, ovinos, caprinos, os suínos e todos os ruminantes selvagens.

     

Uma das enfermidades mais contagiosas para o animais é a febre aftosa, além de infectar e extinguir animais, ainda causa importantes perdas econômicas no mercado de carne. A febre aftosa é uma doença viral altamente transmissível provocada pelo vírus da família Picornaviridae, gênero Aphthovirus. Atualmente existem cerca de sete sorotipos imunológicos distintos – A, C, SAT1, SAT2, SAT3, Asia1 e o tipo O, caracterizado como o tipo mais comum.

febre aftosa

A vacinação é o método mais eficaz de evitar a febre aftosa.

As espécies susceptíveis a adquirir a doença são os bovídeos – bovinos, búfalos, yaks, ovinos, caprinos, os suínos – todos os ruminantes selvagens, os camelídeos – camelos, dromedários, lhamas, vicunhas entre outros. A forma de transmissão se dá através do contato direto ou indireto, seja infecção por gotículas, vetores animados, objetos, e vírus aerotransportado, principalmente em zonas temperadas.

Fontes de vírus estão localizadas em animais afetados e pode se propagar utilizando meios como o ar expirado, a saliva, as fezes e urina, bem como o leite e também o sêmen, isso em até 4 dias que antecedem os sintomas. As carnes e os produtos derivados também são alterados, especialmente se estiverem com o pH acima de 6,0.

A taxa de mortalidade é mais baixa entre os animais adultos, do que em relação aos mais jovens devido à inflamação que surge no miocárdio. O diagnóstico é adquirido logo que se identifica o contágio, porém, o período de incubação varia de 2 a 14 dias, sendo que inicialmente antes da manifestação de feridas, os animais já apresentam distúrbios do organismo, como febre, falta de apetite, calafrios e redução da produtividade de leite.

febre aftosa.

A língua com coloração azul é um dos sintomas da febre aftosa.

Além de apresentarem várias lesões como ampolas na língua, nas gengivas, bochechas, narinas, focinho, lábios, faixas coronárias, tetos, úbere e etc. Os sintomas da febre aftosa nos animais se estendem entre –

  • peste bovina
  • doença das mucosas
  • rinotraqueite infecciosa
  • língua azul
  • mamilite
  • estomatite vesicular
  • diarreia viral

Diante dessas situações é importante manter a vacinação adequada para cada animal, mediante o controle e vigilância da doença. Uma vez infectado é importante que o animal fique isolado, seguindo medida de quarentena e outros procedimentos sanitários, com a desinfetação do local e material utilizado, embora, a doença seja fatal na maioria dos casos.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?