Brasil Blogado » Gravidez » Minerais essenciais durante a gravidez

Minerais essenciais durante a gravidez

Entenda na matéria a seguir quais são os minerais não podem faltar na alimentação de uma gestante. Confira também as principais fontes desses nutrientes.

     

A alimentação na gestação é um dos pontos primordiais para que o bebê se desenvolva com saúde e estabilidade. Entende-se isso considerando que é por meio dela que conseguirá todos os nutrientes e vitaminas necessários a mamãe e ao bebê. Para ajudar as gestantes de plantão, falaremos sobre minerais essenciais antes, durante e depois da gestação. Acompanhe!

Minerais

Para quem não sabe, os minerais mais importantes durante a gravidez são: o cálcio, o ferro e o zinco. Entretanto, é preciso ficar atenta aos níveis adequados de cada um na ingestão diária, já que eles estão envolvidos em uma série de funções. Vejamos abaixo como cada um age.

Consuma minerais

Alimente bem o seu bebê.

Consuma os minerais essenciais
(Foto Reprodução)

» Cálcio: O cálcio é o mineral mais abundante no corpo, pode-se dizer que se encontra em quase 99% de todo o corpo humano, e que além disso, é uma base para a alimentação do bebê que chegará.

É extremamente essencial para:

  • Coagulação do sangue
  • Contrações musculares
  • Reações do sistema nervoso

Para que consiga alcançar a recomendação diária de ingestão, é preciso fazer o consumo de cerca de três copos de leite ao dia, ou derivados.

Fonte: Leite e seus derivados (queijo, manteiga, iogurte, entre outros). 

» Ferro: O ferro é vital para a formação de novas células e hormônios, além disso é constituinte da hemoglobina, ou seja, das proteína das células vermelhas do sangue, que por sua vez, transporta o oxigênio. Depois do período gestacional deve ser ingerido em grandes quantidades, já que é necessário repor as perdas de sangue no parto. A dose diária recomendada é de aproximadamente 30 mg. Estando a mulher gestante ou não.

Fontes: Fígado de boi, feijão, beterraba, açaí, entre outros

» Zinco: Essencial para o crescimento, cicatrização e até mesmo imunização, principal atuante na multiplicação celular. Para manter a quantia diária necessária é preciso que seja feito um consumo mínimo de 60 gramas.

Atenção: pode ser que o médico oriente a maior ingestão de zinco durante a gravidez. Considerando que o ferro absorve o zinco.

Fontes: Carne bovina, frango, peixe, laticínios, fígado, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes e tubérculos.

Você pode gostar desses:

Artigos relacionados:


Quer comentar ?